Faça já sua inscrição

RSSCategory: Artigos Pantokrator

Qual a Maior das Riquezas que Podemos Ter?

Qual a Maior das Riquezas que Podemos Ter?

O que vem a ser o conhecimento de si? Como isso nos permite possuir a nós mesmos? Quando falamos sobre ter a posse de algo, dizemos, por meio dessa expressão, que temos o domínio de uma realidade determinada, que somos o seu proprietário e, por isso, podemos decidir o que bem entendermos dela. Nada mais […]

Continue lendo

Uma Porta que se abriu para a Eternidade

Uma Porta que se abriu para a Eternidade

André Luis Botelho de Andrade

“Não temas! Eu sou o Primeiro e o Último, e o que vive. Pois estive morto, e eis-me de novo vivo pelos séculos dos séculos; tenho as haves da morte e da região dos mortos”. Ap 1, 17-18 Jesus é O Vivente e por isso a morte não O poderia conter. Na Páscoa, Ele inseriu toda a humanidade em Sua existência vivente, ou seja, Nele todos nós agora somos viventes e a morte não pode mais nos vencer.

Continue lendo

Páscoa de Deus, Páscoa do Homem!

Páscoa de Deus, Páscoa do Homem!

O termo “Páscoa” tem origem religiosa e vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, o termo também é encontrado como Paska. Sua origem mais remota está entre os hebreus, Pessach, (do hebraico, passagem), que se refere à festa que celebra e recorda a libertação do povo de Israel do Egito, por volta de 1.250 a.C, […]

Continue lendo

Jesus, O Príncipe da Paz!

Jesus, O Príncipe da Paz!

Mas, agora, em Jesus Cristo, vós, que outrora estáveis longe, vos tornastes próximos pelo sangue de Cristo. Ele, de fato, é a nossa paz: do que era dividido, ele fez uma unidade. Em sua carne, ele destruiu o muro da separação: a inimizade. Ele veio anunciar a paz a vós que estáveis longe, e a […]

Continue lendo

Ele Cumulou de Bens os Famintos

Ele Cumulou de Bens os Famintos

A caminhada do cristão é uma experiência perene de morte e vida: “Quem perdera sua vida por causa de mim, vai acha-la.” Mt 10,39.  Enquanto peregrinarmos nessa vida será assim. Os tempos da quaresma e da páscoa evidenciam essa realidade.  A espiritualidade cristã caminha como em uma espiral. É uma caminhada cíclica, mas que vai […]

Continue lendo

O mistério do Sábado Santo

O mistério do Sábado Santo

Kátia Maria Bouez Azzi

O Sábado Santo é um dia cheio de grande significado. Não é o “sábado de aleluia”, mas o sábado do repouso junto do túmulo do Senhor, em que a Igreja medita a Paixão, a Morte e a descida à mansão dos mortos do seu Redentor e aguarda, no jejum e na oração, a Sua Ressurreição. Para além da reunião da comunidade para a oração, não há qualquer outra celebração, a não ser o carácter do próprio dia. Cristo dorme no sepulcro; desce aos infernos onde o esperam os justos do Antigo Testamento e lhes anuncia a sua salvação próxima e sua ascensão com Ele ao céu.

Continue lendo

A Sexta-feira Santa

A Sexta-feira Santa

Kátia Maria Bouez Azzi

Da luz da grande Quinta-feira passamos às trevas da Sexta-feira, o dia da Paixão do Cristo, de Sua morte e de Sua sepultura. Neste dia não se celebra a Divina Liturgia, em sinal de luto pela morte e sepultamento de Cristo Jesus. A Igreja nos recorda a traição de Judas, a agonia no Monte das Oliveiras, a condenação de Jesus; a sua Crucifixão e o seu Sepultamento na espera da Ressurreição ao Terceiro Dia. A Igreja primitiva chamava este dia “A Páscoa da Cruz”, porque ele é de fato o começo desta Páscoa ou Passagem cujo sentido nos será revelado progressivamente; primeiro, na paz do grande e santo Shabbat; depois, na alegria do dia da Ressurreição. Mas antes, as trevas.

Continue lendo

O mistério da Quinta-feira Santa

O mistério da Quinta-feira Santa

Kátia Maria Bouez Azzi

Estamos para iniciar o Tríduo Pascal. Para compreender plenamente o seu significado, é preciso entender um conceito de “tempo”, muito importante na Liturgia. Na verdade, existe um tempo cósmico, isto é, o tempo que existe e passa; nele ocorre o desenvolvimento da história humana. Diferentemente, existe o tempo sagrado, que pode ser recuperado pela pessoa humana e ser celebrado para agradecer e louvar a divindade. Ora, Cristo entra no tempo e condiciona a história. Para o cristianismo, a história é o lugar da revelação divina. Deus Se mostra e Se desvela no tempo. Os cristãos criaram seu tempo sagrado ao organizarem seu ano litúrgico, começando pela organização de sua semana.

Continue lendo

Você quer ser feliz? Baixe esse E-Book e saiba como!

Você quer ser feliz? Baixe esse E-Book e saiba como!

Saiba como ser feliz sem depender dos outros! Descubra neste e-book que “a mais elevada realização do homem consiste no encontro com seu Criador”. Píer Giordano Cabra Clique no link abaixo e faça gratuitamente o donwload de seu e-book: http://conteudo.pantokrator.org.br/e-book-saiba-como-nao-depender-dos-outros-para-ser-feliz Boa leitura!

Continue lendo

Porque cobrir as imagens nas Igrejas? A “Velatio” das Imagens na Quaresma

Porque cobrir as imagens nas Igrejas? A “Velatio” das Imagens na Quaresma

Do ponto de vista espiritual, o costume da velatio foi interpretado como sinal da penitência à qual todos os fiéis são chamados como sinal da antecipação do luto da Igreja pela morte do seu Esposo e da humilhação de Cristo, que teve de esconder-se para escapar da ameaça de morte. (Cf.: Jo 8,59). O motivo […]

Continue lendo

Grupo de Oração online