Baixe seu E-Book

Dúvidas Mais Frequentes

1) Me sinto atraído por esta vocação. O que devo fazer?

R: O primeiro passo é aproximar-se da Obra da Comunidade e da sua vivência litúrgica. Participe de seus grupos de oração, cursos e retiros e também procure frequentar as Missas e Vésperas comunitárias semanais da missão mais próxima de sua casa. Essa proximidade vai ajudá-lo a amadurecer a sua atração. Informe-se sobre a data do próximo Encontro Vocacional e, se necessário, agende um horário para maiores informações com o assistente vocacional da missão mais próxima de sua residência, através do e-mail vocacional@pantokrator.org.br.

2) O que faço se me sinto atraído, mas não tenho disponibilidade de tempo para me aproximar e posteriormente iniciar o caminho vocacional?

Uma aproximação da vida da Comunidade é muito importante, porque é através dessa experiência que você vai amadurecendo a sua atração por ela e vai vendo se é isso mesmo que deseja e se a Comunidade é o que você de fato está procurando. Nesse caso é interessante que você marque um horário com a nossa equipe vocacional para partilhar suas dificuldades e assim ser ajudado no que é possível e melhor de ser feito pensando nessa aproximação.

3) Como posso me engajar na Obra da Comunidade?

R: Aproxime-se da Obra da Comunidade, através de suas atividades e converse com o coordenador do apostolado que você frequenta. Ele vai coletar seus dados e sua disponibilidade e vai encaminhar essas informações à pessoa responsável pelos engajados na Comunidade, para que você possa se engajar nos serviços que necessitam de ajuda e que se encaixam com seu perfil e disponibilidade.

4) Moro distante de todas as casas da Comunidade. Como faço para ingressar no caminho vocacional?

Se essa distância não permite que você esteja presente ao menos nos finais de semana, ou boa parte deles, em alguma de nossas casas, nesse caso, o caminho vocacional só é possível se o seu interesse já for, desde já, pela forma de Vida Comum. Você poderá fazer um caminho vocacional à distância, orientado pela nossa equipe vocacional. Para maiores informações, escreva para vocacional@pantokrator.org.br.

5) Iniciei minha caminhada através da Obra da Comunidade há pouco tempo e me sinto interessado pela Vocação. Já posso buscar o caminho vocacional?

Embora não seja uma regra, o ideal seria que você estivesse frequentando fielmente a nossa Obra ou algum outro grupo de oração por dois anos antes de pretender iniciar o caminho vocacional. Isso porque é necessário que você tenha uma base de fé e experiência de Deus sólidas antes de iniciar o processo vocacional. É necessário também que você tenha no mínimo 18 anos, tenha concluído o ensino médio e tenha contraído os sacramentos da iniciação cristã – batismo, 1ª. Eucaristia e crisma.

6) Me sinto chamado a viver esta Vocação, mas não sinto que devo deixar meu emprego. É possível?

É possível considerando que você deseje viver na forma de Aliança. Nesta forma de vida, os irmãos mantêm a sua vida profissional, familiar e social normalmente, sendo sinais de sua vocação exatamente ao inserir-se nessas realidades.

7) Quanto tempo dura todo o processo vocacional?

Todo o processo de acompanhamento vocacional dura 2 anos. Esse é o tempo ordinário, mas pode ser necessário que você repita alguma fase desse processo, a fim de amadurecer a sua vivência e experiência vocacional.

8) Me sinto chamado, mas ainda tenho dúvidas. É normal? O que fazer?

Ter dúvidas não é sinal de que esta não seja a sua vocação. É normal e esperado que você não tenha certeza. Assim, o melhor a fazer para que essa convicção aos poucos chegue é entregar-se ao caminho vocacional, vivendo com intensidade os seus compromissos, a presença fraterna e o engajamento na Obra da Comunidade. Essa intensidade vai confirmar em seu coração se é essa mesmo a sua vocação.

9) Percebo que tenho o chamado a esta Comunidade e desejo viver na forma de Vida Comum. Como devo fazer?

Você deve fazer o caminho vocacional normalmente. Pelos estatutos da Comunidade Pantokrator, o discernimento para ingresso na forma de Vida Comum somente se dá a partir de quando a pessoa já está no primeiro semestre do Postulantado. Extraordinariamente, quando o candidato reside distante das missões da Comunidade, e faz o caminho vocacional à distância, pode fazer o período do vocacionado já com vistas à forma de Vida Comum.

10) Sou casado, sinto o chamado, mas a minha esposa não sente o mesmo. O que fazer?

O chamado é pessoal. Mesmo que sua esposa não sinta o mesmo, pode ser que a sua vocação seja realmente a de se consagrar nesta vocação. Porém, sua esposa deve estar ciente e disposta a colaborar para que você consiga viver a sua vocação e os compromissos inerentes a ela.

Tags: , , , , , ,

Category: VOCACIONAL

Deixe um comentário

Grupo de Oração online