A confiança gera paz em nossos corações

0
confianca

As agitações, inquietações, nossas preocupações, muitas vezes são sinais de que nós ainda não temos plena confiança em Deus. Evidenciam que o governo de nossas vidas ainda não foi colocado nas mãos de Jesus, mas está em nossas mãos.

Obviamente, precisamos agir com prudência diante daquilo que nos acontece, entretanto, algo muito importante que precisamos saber é que mesmo a prudência precisa estar sempre submetida ao senhorio de Jesus, pois somente Deus, o supremo bem, pode nos guiar para agirmos corretamente em quaisquer situações que possamos vivenciar.

“A prudência é a virtude que dispõe a razão prática para discernir, em qualquer circunstância, nosso verdadeiro bem e para escolher os meios adequados para realizá-lo” (Catecismo da Igreja Católica, § 1806).

O que fazer, então, diante das situações que, muitas vezes, roubam a paz dos nossos corações?

O apóstolo Paulo, na carta aos Filipenses nos ensina: “Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstâncias apresentai a Deus as vossas preocupações, mediante a oração, as súplicas e a ação de graças” (Filipenses 4,6).

Deus conhece todas as realidades interiores e exteriores que nos inquietam, e como Pai, espera que coloquemos tudo diante Dele e de Seu Filho Jesus Cristo, o Pantokrator, apresentando o que nos inquieta, com súplicas, pedindo, clamando Sua intervenção.

Junto com nossos pedidos, devemos nos colocar diante de Deus também com ação de graças, com os corações cheios de gratidão, reconhecendo que tudo está sob o domínio de Cristo, que Ele governa todas as coisas e está cuidando de nossas vidas.

Com essa atitude, colhemos o fruto da paz, como podemos ainda ler em Filipenses 4,7: “E a paz de Deus, que excede toda a inteligência, haverá de guardar vossos corações e vossos pensamentos, em Cristo Jesus.”

Quando confiamos em Deus e damos o governo de nossas vidas a Jesus Cristo, experimentamos o fruto de paz. As situações podem até perdurar por um tempo e, ainda que não entendamos bem o que acontece, a paz de Deus permanece em nossos corações, porque descansamos na confiança de que o Senhor governa todas as coisas.

É muito importante termos consciência de que vivenciar essa paz só é possível quando nós, de fato, temos a coragem de colocar tudo na presença de Cristo, para que Ele cuide, governe e manifeste Sua ação poderosa de cuidado. Somos amados por Deus e Ele está atento ao que realmente nos é necessário.

Confiança na bondade e cuidado de Deus

“Portanto, eis que vos digo: não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis. A vida não é mais que o alimento e o corpo não é mais que as vestes? Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas?” (Mateus 6,25-26)

Se você deseja, com confiança, submeter-se aos cuidados do Senhor, convido-lhe a se colocar em oração, onde quer que você se encontre agora, e dizer ao Senhor: “Meu Deus e meu Senhor, eu quero entregar o governo da minha vida em Tuas mãos. Quero entregar a Ti tudo aquilo que me tem acontecido, todas as tempestades em minha vida. Quero, também, Te pedir, Senhor, que a Tua paz habite em meu coração. Renuncio a todo controle exagerado que tenho sobre a minha vida e coloco tudo em Tuas mãos para que o Senhor reine em tudo o que me pertence e diz respeito. Quero experimentar a paz que vem da confiança. Reina, Senhor. Eu confio no Amor Poderoso que governa todas as coisas. Obrigado, Jesus, porque posso confiar e descansar em Ti. Amém.”

 

Edvandro Pinto
Consagrado da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.