A quem buscamos?

0

No decorrer de nossa vida buscamos muitas coisas. Temos dentro de nós esse desejo de busca que é próprio do ser humano; desejo de ir além, de transcender. E mesmo quando conseguimos tudo que almejamos, podemos ainda assim ser pessoas frustradas e decepcionadas.

Por quê? Porque somos seres criados para o infinito e o infinito não está naquilo que é relativo (coisas e criaturas – apesar delas despertarem em nós este desejo do infinito). O ser humano anseia por algo que vai além dele mesmo e das coisas. Fomos criados para transcender, para irmos além de nós mesmos! Nós nunca nos contentaremos com as coisas, vamos sempre querer mais e mais e mais…

Mas afinal, porque buscamos o que buscamos?

Porque buscamos Alguém onde poderemos satisfazer esse desejo do infinito e com Ele eternamente viver – CRISTO! Sim, buscamos a Ele, essa é a verdade, a nossa verdade!! No entanto, frequentemente buscamos fora de nós Aquilo que está dentro de nós. Foi dessa forma que Santo Agostinho viveu vários anos de sua vida – buscando sempre fora Aquilo que estava dentro dele. Participando de um retiro fui tocado por uma frase de Santo Agostinho que diz: “Detinha-me nas tuas criaturas, que não existiriam se não existissem em Ti.”

Nada daquilo que buscamos existiria, se não existissem em Cristo. Nada tem a capacidade de existir sozinho. Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra (Col 1, 16) (…), todas as coisas subsistem Nele (Col 1,17). Portanto, quem sustenta tudo que existe é Cristo. Ele é o PANTOKRATOR – O TODO PODEROSO, SENHOR DE TODAS AS COISAS!

O que buscamos hoje? Diante desta pergunta, talvez venham em nossa memória muitas coisas que temos buscado… Pois bem, por trás de tudo isso ESTÁ CRISTO, NOS ATRAINDO, dizendo: Venham a mim, Eu sou Aquele que vocês buscam, Aquele que vocês procuram a tanto tempo; venham a Mim e Eu vos darei descanso, paz e tranquilidade. Eu compreendo vocês, suas histórias de vida e seus dramas.

As Escrituras Sagradas fundamentam isso:

“Antes que no seio fosse formado, eu já te conhecia; antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado…” (Jer 1 5).

“Fostes vós que plasmastes as entranhas de meu corpo, vós me tecestes no seio de minha Mãe”. (Sl 138, 13).

Somente Aquele que nos criou sabe o que realmente precisamos. Por esta razão, por Deus ter nos criado e ter se manifestado a nos através de Jesus Cristo pode compreender-nos por inteiro!

Já parou pra pensar nisso? Deus veio até nós, se encarnou! O Verbo de Deus, a segunda pessoa da Santíssima Trindade, Jesus Cristo, pisou nosso chão e revelou o seu rosto! Fomos criados por Ele e para Ele! Através dessa verdade podemos entender porque Santo Agostinho dizia: “Inquieto estará meu coração enquanto não repousar em Ti”.

Em Cristo está tudo aquilo que buscamos, porque Nele está escondida toda a sabedoria, todo o conhecimento, toda a riqueza, enfim, tudo aquilo que o homem foi feito para conquistar. Não é surpresa entender porque São Paulo dizia: “Na verdade jugo como perda todas as coisas, em comparação com esse bem supremo: o conhecimento de Jesus Cristo, meu Senhor”. (Fl 3, 8). Ah, se compreendêssemos e acreditássemos nisso, buscaríamos somente a Ele!

Sem Cristo viveríamos um vazio porque não nos bastamos. Verdade ou não? Se estivermos vivendo uma eterna crise existencial, de insatisfações, lamentações e tristezas, é porque FALTA CRISTO! Ele é Aquele que faz novas todas às coisas! Aquele que dá vida e sentido a nossa existência, que nos preenche e satisfaz! Vale apena buscá-lo com um coração sincero. Buscar as suas palavras, os seus ensinamentos. Ele tem aquilo que buscamos. Como diz o Papa Bento XVI: Ele não tira nada, mas dá tudo!

Corramos com perseverança ao combate proposto, com o olhar fixo no autor e consumador da nossa fé, Jesus. (Heb 12, 1). Resta-nos correr até Ele sem perder tempo. Nele podemos encontrar o que buscamos, sem Ele corremos o risco de buscar algo que talvez nunca possa ser encontrado! Somente uma coisa importa: o conhecimento de Jesus Cristo!

Fábio Júnior
Discípulo na Comunidade Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.