Amor de Deus

3

“Deus amou tanto o mundo…” (Jo 3,16), disse Jesus.

pai-filho-amor-de-deusJesus nesse momento, parece aquele esposo apaixonado, que detém a face da amada entre as mãos, entreolha-a e diz: “Eu te amo TANTO!”. Jesus, nos evangelhos, não cansa de falar do amor do Pai pelos homens. Tanto é assim que Felipe, admirado exclama: “Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta!” (Jo 14,8). Felipe percebeu que o amor do Pai basta, é tudo, sacia!

Penso que as melhores coisas da vida são expressões das maravilhas em Deus.

Leitor, recorde-se da imagem mais terna e carinhosa de um pai com seu filho: isso é só uma singela expressão do imenso amor do Pai por nós; traga à sua memória o melhor filme de amor, a cena mais apaixonada que você lembrar, e terá a imagem da paixão envolvente do Filho por sua Igreja – Você; que atitude de amizade mais te marcou? Sabe, aquela história de amigos que dão a vida um pelo outro…então, isso somente lembra a amizade do Espírito Santo em nós.

Pois bem, se Deus nos ama TANTO, porque mendigamos amores? Ele mesmo se aproxima de você, e fala: “se tu soubesses quem te pede água…” (Jo 4,10).  Basta derramar seu copinho de água, seu miserável amor no oceano infinito de Deus, e terá a posse de um Amor que saciará toda a sua sede de afeto, valor, atenção, enfim, terá em ti um Amor eterno.

André Luis Botelho de Andrade
Fundador e Moderador da Comunidade Pantokrator

3 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.