Como aumentar minha confiança em Deus?

0
confianca

Todo homem precisa de pontos de apoio com que possa contar e encontrar refúgio onde possa se abrigar, para que diante das tribulações consiga ter confiança e perseverar. Mas confiar em quem? Confiar em DEUS! Confiar em Sua fidelidade e ter fé em Suas promessas é o que garante a realidade desse porvir.

Crer e confiar quando as coisas estão indo bem, é fácil, mas crer quando a dor aperta, quando olhamos com o olhar humano e não vemos solução e saída para aquilo que estamos vivendo, não é fácil. É justamente aí onde Deus precisa agir e derramar a Sua graça para podermos viver essa situação com o olhar e a confiança Nele. O nosso fundador André, em uma das suas pregações, compara a vida humana a um prédio de três andares: sendo o 1º andar o da carne, das paixões, das coisas gostosas; o 2º andar o da vida intelectiva, de inteligência humana, de perspectivas humanas e o 3º andar o da transcendência, da vida no espírito. Somos chamados a habitar no terceiro andar para conseguir dar sentido às exigências e lutas diárias que todos nós vivemos, acreditando fielmente que tudo é para um bem, que Deus não é um pai carrasco, mas que ama os seus filhos. Por mais que não se veja e que tudo esteja indicando o contrário, é preciso crer. O mundo tem sede de Deus.

A medida da graça de Deus em sua vida é a medida da sua fé

Apesar do exemplo de Abraão que confia até o sacrifício na providência de Deus, o povo no deserto não confiou no Todo Poderoso e se pôs a murmurar. Ao longo da história criam-se ídolos, apoiam-se nas riquezas e nos príncipes. A Palavra de Deus diz: insensato o homem que confia em seu bom senso (Prov 28,26). Feliz aquele que se confia no Senhor! Longe de confiar em sua própria justiça é preciso buscar a do Reino que vem só de Deus e que não é acessível senão pela Fé.

Essa é uma verdadeira chave para adentrar o coração de Deus. E por falar em chave – (Jesus disse a Pedro: Eu te darei as chaves do Reino dos Céus. (Mt 16,19)) – recordo aqui dois episódios de Pedro: um está em Lc 22,33: “Senhor, estou pronto a ir contigo à prisão e à morte”; e o outro está em Lc 22,57 – Pedro o negou: “… eu não O conheço”. A partir desses dois episódios vem a pergunta: o que mudou em Pedro entre um acontecimento e outro? No primeiro momento Pedro estava caminhando junto, íntimo de Jesus, ouvindo a voz. E no segundo momento Pedro estava afastado de Jesus, portando fraquejou, negou, não foi persistente na palavra que havia proclamado um pouco antes, em que garantia fidelidade à Cristo. Assim acontece também conosco se não estivermos juntos a Cristo.

Para aumentar a confiança em Deus é preciso crescer nas virtudes da fé, esperança e caridade; fazer atos de fé e entrega. Santa Teresinha é um exemplo de confiança. Ela tinha o hábito de oferecer todos os dias o seu “nada”, tudo o que iria fazer naquele dia, para que Deus viesse a ser o “tudo” dela. Infelizmente as pessoas têm perdido o hábito de fazer o exame de consciência, a oração da manhã e da noite, os atos de reparação ao Sagrado Coração de Jesus.

Mas, a confiança não se trata de uma espera parada, de não fazer movimento. Observe que Abraão confia, contudo, dá passos de fé. Santa Teresinha confia e tem uma fervorosa vida de oração e intimidade com Jesus. Não se trata de se esquecer da sua condição humana de pecador e parar, trata-se de reconhecer sim a sua condição humana de pecador, mas também reconhecer a onipotência e a misericórdia do Criador que quer salvar os homens, que é capaz de descer em nossa miséria, no mais profundo do nosso nada e fazer de nós filhos amados e eleitos.

Nesse caminho de busca na confiança na ação do Senhor em sua vida, é importante se fazer pequeno, humilde para poder vencer o pecado do orgulho e se abandonar na confiança à vontade de Deus e em Sua infinita misericórdia.

O Papa Francisco disse em uma de suas reflexões feitas em 04/11/2020: ¹“Nos momentos difíceis e de dor, mantenhamos a confiança em Deus. Em nossas orações, somos convidados a permanecer abertos à esperança e firmes na confiança em Deus. A nossa história, embora muitas vezes marcada pela dor, pelas incertezas, pelos momentos de crise, é uma história de salvação. Em Jesus acaba todo o nosso desterro e toda lágrima se seca, no mistério de Sua Cruz, da morte transformada em vida, como o grão de trigo que se rompe na terra e se torna espiga”.

Deus abençoe!

¹ https://www.acidigital.com/noticias/papa-convida-a-manter-a-confianca-em-deus-nos-momentos-dificeis-69754

Ariele Russo
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.