Como perder o medo de falar de Jesus?

0
medo de falar

Se você tem medo de falar de Jesus, vamos refletir um pouco!

Em Mateus 9, 37, “Jesus disse então aos seus discípulos: ‘A messe é grande, mas os operários são poucos.’” Essa é uma verdade, um desejo de Cristo para todos nós! Que nos tornemos operários do Reino, verdadeiros anunciadores do Evangelho. Guarde isso no seu coração.

Portanto a primeira coisa a se fazer é tomar posse dessa missão. Para desempenhá-la, não se pode ficar entregue a meras forças humanas; é necessário contar com a força do Espírito Santo. A revelação de Deus criador e salvador suscita no homem uma alegria transbordante. Como contemplar a criação sem proclamar: “Possam minhas palavras lhe ser agradáveis! Minha única alegria se encontra no Senhor.”?

Alguns pontos que te ajudarão a dar passos e perder esse medo de falar de Jesus:

    1. Reconhecer-se filho de Deus e parte integrante do anúncio do Evangelho: responsável pela missão que lhe foi confiada, de levar o nome de Jesus a muitos lugares.
    1. Ter uma relação de amizade com Jesus: Para sermos amigos de alguém, precisamos gastar tempo com essa pessoa, estar disposto a conviver, estar junto, se abrir, contar suas lutas, suas alegrias, e também ouvir o que o amigo tem a dizer. Assim também deve ser a nossa relação com Jesus. Não podemos ter medo de apostar tudo nessa amizade. Em Jo 15, 15, Jesus declara: “Já não vos chamo servos, mas amigos”. Aqueles a quem o Senhor escolheu como amigos não podem deixar de sentir-se ligados entre si pela amizade.
    1. Ter uma comunhão com o Senhor: Ser íntimo! Isso é muito importante, e já é um começo para perder o medo, conhecer melhor Aquele que irá anunciar. Para isso é necessário estar alimentado não só fisicamente, mas também espiritualmente. De que forma? Através da vivência dos sacramentos, em especial o sacramento da reconciliação (confissão) e o da Eucaristia (comunhão). A vida de oração é fundamental, lá vamos conversar com o Senhor. Aqui entra o “gastar tempo” do ponto 2. Uma das formas de perder o medo e criar essa aliança com Jesus é a Leitura Orante da Palavra de Deus. Vou deixar aqui o link do Curso Lectio Divina que te ajudará a crescer nessa intimidade! É importante reservar um horário para sua oração; na comunidade temos uma hora de oração de intimidade todos os dias. Uma vez escutei uma frase e nunca mais a esqueci: “Antes de falar ATRAVÉS de você, o Senhor vai falar COM você!”.
    1. Falar daquilo que você experimentou: A partir da intimidade adquirida na oração você começa a viver experiências com o Senhor, porque é uma relação viva e concreta. Você perde o medo e passa a exalar alegria, como em Jeremias 15, 16: “Vossa palavra constitui minha alegria e as delícias do meu coração”. A palavra de Jesus produziu seu efeito: os que Nele creem têm a plenitude da sua alegria (Jo 17, 13). Sua comunidade vive numa alegria simples e a pregação da Boa Nova é em toda parte fonte de grande alegria. Essa é uma característica do Reino de Deus: não se trata de um entusiasmo passageiro, mas da alegria espiritual de quem crê verdadeiramente, pois essa realidade só é tocada por quem ousa, não para no medo, assume a condição de filho de Deus e enfrenta os seus sofrimentos. “Pelo contrário, alegrai-vos em ser participantes dos sofrimentos de Cristo, para que vos possais alegrar e exultar no dia em que for manifestada sua glória.” (1Pd 4, 13).

Com isso, depois de ter uma vida de oração constante e de intimidade com o Senhor, você passará a experimentar Jesus no seu dia a dia. Cristo nos conhece e sabe das nossas misérias, portanto Ele usará da forma que mais o compreendemos, seja através da própria palavra, através de pessoas, músicas, situações, ou tudo isso junto. Aqui vale destacar a importância de estarmos sensíveis à voz do Senhor! E com isso você naturalmente vai para o próximo passo, que é justamente perder o medo de anunciar Jesus Cristo. Ao chamado de Deus cada um responde conforme seu temperamento pessoal: Isaias se prontifica (Eis-me aqui); Jeremias faz objeções; Moisés quer sinais e tenta recusar. Mas todos finalmente obedecem.

E você, como responderia a esse chamado de falar de Jesus sem medo?

Hoje o Senhor te convida a fazer sua escolha, a ser seu discípulo, a transbordar de alegria. “Eu te envio”, diz o Senhor. Essa é a palavra central da vocação de todo batizado. Pela fé eu conheço o Senhor, e pela fidelidade eu escolho a Ele!

A fidelidade precisa ser concreta, o amor é decisão. Assim como uma mãe que precisa amamentar às 3h da manhã é decisão! Nossa fidelidade é uma resposta de amor ao Deus que nos amou por primeiro.

Encerro por aqui com a passagem bíblica 2Co 4,1.13-15: “Por isso, não desanimamos deste ministério que nos foi conferido por misericórdia.
Animados deste espírito de fé, conforme está escrito: Eu cri, por isto falei, também nós cremos, e por isso falamos. Pois sabemos que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também a nós com Jesus e nos fará comparecer diante dele convosco. E tudo isso se faz por vossa causa, para que a graça se torne copiosa entre muitos e redunde o sentimento de gratidão, para glória de Deus.”

Ânimo, irmãos! Deus abençoe!

Ariele Castilho Russo
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.