Crer na misericórdia é entender que a onipotência está a nosso favor

0
misericórdia

A misericórdia é o gesto mais lindo que Jesus nos concede para estarmos com Ele diante de todas as necessidades e circunstâncias. Ela é o amor que o Pai propaga em nós.

Você conhece a misericórdia? Já foi superabundado por Ela? Certamente sim. É tão sucinta que a maioria das vezes que fomos tocados não percebemos, porque no decorrer do nosso dia podemos nos acostumar com a graça que a deixamos passar, desperdiçando a sua preciosidade.

Se entendêssemos que Deus, o Todo Poderoso, está sobre nós, conhece-nos, sabe de todas as coisas que nos acontece, não estaríamos perdidos diante das dificuldades e sofrimentos. Estaríamos centrados no Olhar Dele que tudo pode fazer e cuidar.

Quantas vezes, caro leitor, ao invés de desabafar suas contrariedades e desesperos com Deus você vai desabafar com o primeiro amigo que lhe vem à mente? Várias vezes suponho. Porque eu também sou assim. Somos capazes de passar horas falando da nossa vida para outras pessoas, mas não somos capazes de passar horas rezando e pedindo conselho para Ele.

Primeiramente, precisamos entender que Deus nos aceita como somos, e apesar dos nossos pecados, Ele nos redime e nos coloca na graça novamente, assim como fez na passagem da mulher adúltera. Ao levarem-na até Jesus condenando-a, Ele se abaixa e os indaga: “Quem de vós não tiver pecado, que atire a primeira pedra. Voltando seus olhos para ela diz: se ninguém te condenou, eu também não condeno, vá e não peques mais.” (João 8-11). Dez leprosos passaram por Jesus e gritaram em alta voz: “Mestre, tem piedade de nós!” Jesus atende ao pedido, entretanto, somente um, o samaritano, volta para agradecer. (Lucas 17) Jesus ao encontrar com eles já sabia que somente um voltaria para agradecer, mesmo assim Ele lhes concede a cura. Tanto com a mulher adúltera quanto com os leprosos, Jesus tem atitude de misericórdia, sendo que uma iria segui-lO e nove não voltariam, querendo nos dizer, portanto, que a misericórdia é para todos, basta acolhê-la.

Como perceber essa Misericórdia?

Ao passarmos pelos sofrimentos em nossas vidas, precisamos ter um coração agradecido. Porém, só terá um coração aberto e grato, aquele que entendeu o sentido de tudo o que acontece à sua volta e diante da própria realidade.

Somos muitos imaturos na fé, a tal ponto que ao depararmos com tragédias ou decepções somos os primeiros a blasfemar e, na maiorias das vezes, a abandonar Jesus. Nos afastamos Dele e nos questionamos de como isso foi acontecer conosco, já que O servimos ou já O conhecemos.

Necessitamos amadurecer e crer na Bondade Divina! A ter os olhos abertos na graça que passa por nós e na graça que passa também àqueles perto de nós. O tempo todo Deus tenta nos mostrar que está conosco e jamais nos abandonará, haja o que houver.

Caro leitor, reflita um pouco se no decorrer dos seus dias você espera muito dos outros ou consegue ser livre e volta somente para o Pai?

Se a sua resposta foi você “espera muito dos outros”, ainda falta um pouco de amadurecimento e aceitação da sua história. Ao se deparar na espera de que o outro corresponda às suas expectativas, caso ele o decepcione, você certamente sofrerá por esperar de alguém algo que essa pessoa nem pode lhe dar.

Se você respondeu que volta o seu olhar para Deus, então começou a entender tudo. Um coração só é livre quando ele se desprende das expectativas das pessoas, acredita na bondade, e ajuda o próximo a também ser livre, sem esperar nada em troca. A graça de Deus te basta!

Consegue, então, perceber a sua filiação diante de Deus e a misericórdia absoluta Dele que nada lhe deixará faltar, pois Ele provê todas as coisas? Ao se deparar com o reconhecimento das suas fragilidades isso O atrairá e Ele se abaixará até você simplesmente para sentir-se amado.

Livres diante da Misericórdia

Caro leitor, convido você a ser livre diante desse Amor que deseja superabundar a graça em sua vida. Conte a Ele seus problemas, grite por misericórdia, pela cura, peça para fazer parte de toda essa descoberta em seu dia-a-dia.

Recomendo você adentrar mais nessa intimidade com Deus. Procure livros, pesquise sobre a história dos Santos para tocar um pouco mais os atos de misericórdia, assim não só ira percebê-la ao seu redor como também a praticá-la. Aconselhar, consolar, confortar, perdoar, suportar com paciência, rezar pelos mortos. Santa Faustina viveu a misericórdia de Deus e os atos de misericórdia espirituais citados neste parágrafo.  Em vários momentos citados em seu Diário, Jesus pede às irmãs e ao padre, que a deixe viver em seu corpo os atos de misericórdia. Deus se revela para ela em vários momentos da sua trajetória, dando-lhe a devoção a Jesus Misericordioso.

Ela cita também que Deus quer salvar todas as almas, por isso Ele oferece perdão àqueles que confessam e comungam e que não devem ter medo de se aproximar de Sua misericórdia, ela é fonte de muitas graças.

Caro leitor, deixa Deus lhe tomar e demonstrar esse amor ciumento Dele por sua vida, pelos seus e esteja aberto a fazer com Ele parte dessa misericórdia. Não tenha medo, confie, espere, seja grato como resposta desse amor.

Deus o abençoe.

Carla Gaspar
Discípula da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.