Nossa Senhora de Fátima, mãe e intercessora!

0
intercessora

Nossa Senhora de Fátima sempre foi uma intercessora muito presente em minha vida!

Como maio é o mês do meu aniversário e o mês dela, sempre tive um carinho especial por este título mariano, isso sem contar que ainda criança já percebia o quanto Nossa Senhora é uma grande intercessora!

Nossa Senhora de Fátima é somente um dentre os vários títulos de Maria que temos e ela não depende de títulos para interceder por cada um de nós, pois de fato ela é nossa intercessora.

Por isso, poderia citar aqui inúmeras experiências que vivi pela intercessão de Maria, várias experiências com Cristo que aconteceram em minha vida através da sua intercessão, mas por estarmos neste mês tão especial dedicado a ela através deste título, quero partilhar aqui um testemunho da intercessão de Nossa Senhora de Fátima.

Comecei o ano de 2020 desempregada, com vários sonhos e projetos pessoais, de forma especial na vida profissional, já que estava prestes a começar a faculdade.

Estava desempregada, mas esperançosa de que em breve conseguiria um emprego. Ao mesmo tempo que estava à procura de emprego, contava com a providência de Deus através de um trabalho informal no qual eu estava trabalhando em casa de família, acompanhando uma senhora que estava com depressão.

Poucos dias depois, no início do mês de fevereiro, como a senhora que eu acompanhava estava melhorando, não seria mais necessária minha presença em sua casa.
Com isso, depois de alguns currículos enviados sem retorno, comecei a me preocupar com a situação financeira. Logo, entramos no mês de março e com ele começamos a enfrentar a pandemia.

Graças a Deus, por sua providência em minha vida, mesmo o dinheiro sendo pouco, estava conseguindo me organizar financeiramente, porém a cada dia a preocupação aumentava com o medo de continuar desempregada por muito tempo.

Consagração a Nossa Senhora de Fátima, minha intercessora!

Dentre tantas notícias ruins, decidi não mais assistir TV para ver os noticiários e sim dedicar mais tempo da minha vida em oração para assim crescer na intimidade com Deus e viver o louvor que lhe é agradável.

Com isso, logo depois da Páscoa, comecei a acompanhar o padre Gabriel Vila Verde, um santo e fiel sacerdote. Poucos dias depois de começar a segui-lo em uma rede social, soube que ele rezaria o rosário no mês de maio inteiro e com isso resolvi participar deste momento de oração!

Eu já havia me consagrado a Nossa Senhora, mas sabia que ainda faltava um certo comprometimento da minha parte na minha relação com Nossa Senhora e que eu deveria escolher um título mariano para me consagrar.

Por termos na comunidade o título de Nossa Senhora de Guadalupe e por eu ter crescido na paróquia cujo esse é o título da matriz, ficava em dúvidas de qual escolher, mas ainda no início do mês de maio, senti Nossa Senhora me pedindo para que eu me consagrasse no dia 13 e foi assim fiz.

Intercessora fiel

A partir da consagração a Nossa Senhora de Fátima, passei a pedir que ela como minha mãe intercedesse pela providência de um emprego ou de um trabalho em minha vida, pois a situação financeira estava começando a complicar e se até o final do mês não conseguisse um emprego ou um trabalho, teria que deixar os estudos, algo que eu não queria ter que abrir mão.

Pedi a Nossa Senhora que intercedesse e confiei que ela como minha intercessora me ajudaria!

Como eu ainda não tinha nenhuma imagem de Nossa Senhora, apresentei para ela também o desejo que tinha em relação a isso e que diante da providência que aconteceria por sua intercessão, o primeiro retorno financeiro que eu tivesse, compraria uma imagem como forma de agradecimento.

Para minha surpresa, na semana seguinte da consagração, recebi o contato de uma amiga perguntando se eu teria interesse de trabalhar como babá de duas crianças e diante de algumas informações que ela havia me dado, no primeiro momento tive medo de me comprometer, pois diante do que ela me falava, me sentia incapaz de assumir a missão que Deus queria me confiar. Por isso, falei que pensaria e dentro de alguns dias daria um retorno.

Enquanto conversava com ela, num momento da conversa, ao perguntar onde a família morava, ela falou que era numa avenida e me passou como ponto de referência um lugar onde eu lembrava ter ido, mas que de imediato eu não lembrava onde era.

Assim que terminei de falar com ela, comecei a rezar pedindo a intercessão de Nossa Senhora novamente pela providência de um emprego ou trabalho, ao mesmo tempo que colocava em oração os medos de assumir o desafio de cuidar de duas crianças.

Logo, senti Nossa Senhora me pedindo para assumir a missão que ela queria confiar a mim enquanto também me recordava de que o ponto de referência que a minha amiga havia falado, ficava exatamente na avenida Nossa Senhora de Fátima, o que para mim foi um sinal claro da providência de Deus através da intercessão de Nossa Senhora de Fátima.

Se eu consegui vencer os desafios que precisei enfrentar na experiência de trabalhar como babá não somente nesta primeira casa durante o tempo de pandemia, mas de outras que Deus me permitiu trabalhar, foi pela presença desta tão fiel intercessora!

Depois de ter ficado quase um ano na primeira casa, quando a família se mudou para outra cidade, fui indicada para trabalhar em outra casa e ao chegar para entrevista fui recebida pela mãe das crianças e ela estava usando uma camiseta que tinha exatamente a foto da imagem de Nossa Senhora de Fátima.

Com isso, percebi que ainda que eu não quisesse acreditar, a Virgem Maria quis a todo tempo me mostrar e continua me mostrando até hoje através de diversas situações e acontecimentos da minha vida o quanto ela é verdadeiramente minha intercessora.

Hoje, essa mãe tão amorosa quer ser também sua intercessora!

Que pela intercessão da Virgem Maria o Espírito Santo te conduza para a vontade de Deus, diante de todas as situações da sua vida!

Deise Castro
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.