Nossa Senhora: Minha mãe e mestra

0
Nossa Senhora

Você se relaciona com Nossa Senhora? Como é sua relação com ela? Você se sente filho (a) dela? Como é sua experiência com a maternidade de Nossa Senhora?

Se até aqui você não havia se questionado sobre a sua relação com Nossa Senhora, te convido a refletir sobre quem ela é para você!

Particularmente, já escutei inúmeros testemunhos de pessoas que tiveram grandes experiências com a maternidade de Nossa Senhora, que perceberam sua real presença e intercessão em suas vidas e comigo não foi diferente.

Desde criança tenho contado com sua presença materna em minha vida e, mesmo quando em minha infidelidade não correspondo ao seu amor por mim, sou acolhida por ela!

Minha experiência pessoal com Nossa Senhora

Testemunho que Nossa Senhora sempre esteve à frente das maiores experiências que vivi com Cristo, onde percebi claramente sua presença. Espero que ao testemunhar aqui uma experiência pessoal, você possa trazer à sua memória uma experiência vivida em sua relação com Nossa Senhora.

Partilho de maneira especial, sobre meu encontro pessoal com Cristo, que era algo que desejava muito viver, mas que não acontecia. Com isso, passei a contar com a intercessão de Nossa Senhora para que ela me levasse para o encontro com seu amado filho, e de fato, ela intercedeu por aquele momento!

Quando a caminho de um acampamento de oração me deparei com a programação do retiro, ao ver os momentos marianos, senti uma necessidade muito grande de participar destes momentos que eram opcionais, e de fato, foi o que eu fiz.

Naquela época, estava passando por algumas dificuldades no ambiente de trabalho, um tempo de muita humilhação, onde era rejeitada pela minha chefe, pois havia sido promovida contra a sua vontade. Primeiramente, comecei a perceber que ela, que antes conversava comigo, passou a me ignorar, e quando eu tentava conversar com ela, me respondia com uma certa rispidez.

Críticas e humilhações

Depois, comecei a perceber que quando me encontrava na sala em que trabalhávamos juntas, ela se ausentava e quando eu saía da sala para resolver alguma pendência ou resolver alguma coisa com pessoas de outro setor, ela entrava para fazer o seu trabalho.

Aos poucos, comecei a desconfiar do motivo pelo qual eu estava sendo tratada daquela forma, até que ela também começou a me criticar para os colegas de trabalho e várias pessoas foram me procurar para falar a respeito, o que, aliás, eu já desconfiava ter como motivo, que era o fato de que eu havia sido escolhida pelo patrão para assumir um cargo que ela queria que outra pessoa (que tinha mais tempo de empresa) assumisse.

Recorrendo a intercessão de Nossa Senhora

Diante desta situação, passei a recorrer à intercessão de Nossa Senhora para que tudo se resolvesse e quando cheguei no primeiro momento mariano daquele acampamento, tinha em meu coração toda essa situação que estava me afligindo.

Enquanto eu rezava em silêncio, durante a oração do terço, o missionário que conduzia o momento de oração, deu uma pausa e falou que estava sentindo que tinha uma pessoa que estava ali passando exatamente por esta situação, mas que o Senhor a convidava para assumir a sua cruz de viver a humilhação naquele momento e que tudo se resolveria com a intercessão de Nossa Senhora!

Sim, aquele jovem, descreveu exatamente tudo o que se passava comigo, não só em relação ao ambiente de trabalho, mas em outras áreas da minha vida. Depois daquele acampamento, colhi muitas graças pela intercessão de Nossa Senhora, mas a maior de todas, foi a alegria de viver a humilhação por amor a Cristo e me perceber rezando incessantemente pela pessoa que mais me humilhava, pois Nossa Senhora estava comigo! E como Nossa Senhora cuida de seus filhos como verdadeira mãe que é, exatamente um mês depois do ocorrido, a chefe pediu demissão da empresa, depois de uma briga com o patrão.

O socorro da Mãe

Além de mãe, Nossa Senhora também é mestra, pois em sua intercessão, ela faz com que Cristo se antecipe a nosso favor diante das nossas necessidades, como nas bodas de Canaã: “3Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho.4Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou.5Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser.” (Jo 2,3-5)

Como mãe e mestra, Nossa Senhora sabe que o Filho atenderá a seu pedido e por isso, ela nos socorre! Que ao assumir a presença de Nossa Senhora como sua mãe e mestra, você se aproxime cada vez mais de Cristo!

Deise Castro
Discípula na Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.