O céu habita em nossa alma!

1

Fábio Junior
Discípulo na Comunidade Pantokrator

Não estamos sozinhos. Essa é uma grande verdade. Para esclarecer melhor isso, a Beata Elisabete da Trindade nos ensina o caminho que facilita nossa intimidade e proximidade com Deus.

Deus é o Todo-Poderoso. Alguns relatos bíblicos se referem a Ele como Aquele que está assentado em Seu trono, como vemos em Apocalipse: “Então o que está assentado no trono disse: Eis que eu renovo todas as coisas. (Ap 21,5).

ceu-nossa-alma

Embora a Sagrada Escritura nos mostre que Deus está assentado em Seu trono para revelar, entre outras coisas, a verdade da sua grandeza, este mesmo Deus é muito presente e muito próximo de cada um de nós. Para revelar esse mistério de forma extraordinária, Deus suscitou na Igreja uma grande mulher que pode testemunhar, viver e nos ensinar essa intimidade e essa proximidade com um Deus que habita dentro de nossa alma. É em nossa alma o lugar em que Deus veio estabelecer o Seu trono, a Sua morada.

A Beata Elisabete da Trindade depois de descobrir que Deus era muito próximo dela, expressou-se dizendo: Parece-me ter encontrado o meu céu na terra, porque o céu é Deus e Deus está na minha alma”. (1). Que grande descoberta! Que graça nós temos de ter o céu dentro de nós! O amor de Deus por nós é tão grande que não teria sentido Ele ficar apenas assentado em Seu trono. Não! Ele quis estabelecer Seu trono e Seu templo dentro de nossa alma para ali viver para sempre… unido a nós…

Alegremo-nos, irmãos: nós temos uma fortaleza inabalável dentro de nós! Em nosso interior Deus fez Sua morada. Nos dias maus, angustiantes e tenebrosos, nós podemos encontrar refúgio dentro de nós mesmos, fazendo um mergulho até a profundidade de nossa alma. É lá que Deus Se esconde. Carregamos em nossa alma o Todo-Poderoso. Ele nos sustenta e nos dá forças diante das provações e lutas do nosso dia a dia. Através desta grande graça de ter Deus habitando dentro de nós, não vivemos uma espera parada pela eternidade, mas podemos já viver o céu aqui nesta terra pela eternidade já começada, que é Deus dentro de nós.

(1) Beata Elizabete da Trindade, Obras Completas, Carta 107, à Condessa de Sourdon.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.