Os erros e mentiras por trás do filme ‘Noé’

3

Estreou, há poucos dias, nas telas do cinema do Brasil, o filme ‘Noé’. A película gerou muita expectativa pela divulgação e pelos atores que atuaram na produção. Eu não sou crítico de cinema nem especialista no assunto, mas, como se trata de um filme com temática bíblica, sinto-me na obrigação de manifestar minha opinião sobre o que observei quando assisti a ele.

noah-noe-filme-lanAamento-trailer-arca-construindoDo ponto de vista teológico, bíblico e doutrinário, o filme é uma frustração do começo ao fim. Ele não se preocupa, em nenhum momento, em ser fiel à narração bíblica ou se aproximar dela. Pelo contrário, procura distorcer e apontar uma visão de fé totalmente contrária à visão judaico-cristã. Uma mistura de concepções filosóficas anticristãs, tentando levar as pessoas a uma concepção de Deus e da revelação divina totalmente deturpada. Por isso, é importante afirmar que o Noé do filme não é o Noé da Bíblia nem o Criador, apresentado pelo filme, corresponde ao Deus da revelação bíblica.

O texto sagrado nos apresenta Deus como aquele que sempre toma a iniciativa de salvar ou purificar a criação como obra de Suas mãos. A missão de construir uma arca não é fruto de um delírio, de sonhos ou de alucinações de Noé. Deus foi ao seu encontro e lhe confiou esta missão. Noé personifica os homens tementes ao Senhor desde a criação do mundo. Ele não é um alucinado, muito menos um fanático religioso sem consciência e sem maturidade, como deseja apresentar o filme. A arca, diferente da Torre de Babel, não nasce de nenhuma pretensão humana, mas é uma iniciativa divina para renovar a humanidade.

Um dos ingredientes de mau gosto do filme é querer apresentar a figura de anjos decaídos como grandes bonecos de pedra, feitos com alta tecnologia digital, como os defensores de Noé, guardiões da arca e combatentes contra os pretensos invasores dela. Essas criaturas, na concepção do filme, ajudam Noé na construção da arca. Os elementos são sem fundamentos e distorcem o sentido da revelação bíblica. Nenhum anjo decaído ajudou Noé nem pode ajudar nenhum de nós. Ele não teve o auxílio desses fantasiosos guardiões. A luz, a força e o auxílio que conduzem Noé é a mão de Deus, Criador de todas as coisas.

A visão hedonista do filme apresenta um dos filhos de Noé como um jovem impelido a possuir a mulher de qualquer um a qualquer custo. Noé, como um obcecado religioso, opõe-se ao fato de seu filho ter uma esposa. Ainda pior: quando sua nora engravida, dentro da arca, Noé, em nome de Deus, fica irado com a gravidez dela e se propõe matar a criança se ela for uma menina. O texto bíblico é muito claro ao dizer que Noé entrou na arca com sua mulher, seus três filhos e a esposa de cada um deles. E eles, depois, iriam povoar a terra.

O filme tem muitas outras coisas de mau gosto e interpretações sem nenhum fundamento religioso ou bíblico. Penso que o autor da obra poderia ter respeitado, pelo menos, o essencial da narração do texto bíblico e criado muitas coisas belas a partir daquilo que foi inspiração bíblica para criar o filme.

A verdade é que o longa-metragem é uma afronta e uma distorção da beleza da revelação divina. Ele não merece ser visto nem apreciado por quem tem a Bíblia como um Livro Sagrado, fonte da revelação divina e inspiração primeira de fé. Existem filmes mais sérios e de roteiros mais qualificados.

Padre Roger Araújo
Missionário da Comunidade Canção Nova

Fonte: Canção Nova

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu vi o filme ontem e somente vi 3 erros em relação a passagem biblica.
    1º erro: os 3 filhos de Noé não são casados no filme
    2º erro: um homem mau sobrevive ao diluvio
    3º erro: Noé pensa q Deus quer matar todo mundo
    Tirando isso eu gostei do filme, tem belos efeitos especiais, boas atuações e adorei a parte que ele conta para os filhos sobre a criação do mundo.

  2. Prezado Pr. Roger Araújo,

    Parabéns pelo comentário, parabéns pelo conhecimento biblico. Infelizmente, tenho me deparado com pessoas na nossa igreja católica, que não faltam uma missa, mas não sabem nada da bíblia, pior, Padres dando estudos biblicos e apoiando esse filme Noah e muitas outras coisas. Peço que esse tema seja discutido não só na internet, mas nas igrejas…Afinal, não podemos deixar que nossa igreja seja corrompida ou confundida pela mentiras do mundo, só porque não conhece a palavra de Deus. A Paz de Cristo!

  3. Trata-se de mais uma artimanha de satanás, ou seja, trazer ao grande publico uma versão deturbada da Bíblia Sagrada, da mesma forma, aconteceu com o ” fenômeno” código da vinci, onde se apresenta, um versão diabolicamente distorcida da pessoa de Jesus Cristo,o pior é que muita gente que leu o livro, por não conhecer as escrituras sagradas acreditou naquela mentira.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.