Quanto tempo dura o “para sempre”?

0

Sempre que vejo conto de fadas e histórias que terminam com o “viveram felizes para sempre”, ou ouço declarações do tipo “te amarei para sempre” ou ainda “melhores amigas para sempre”, acho muito legal, mas me questionava: quanto tempo dura o para sempre?

mãos dadas

Confesso que tive muita dificuldade em acreditar que o “para sempre” realmente existia, até mesmo na eternidade do amor de Deus por mim eu duvidava. Com a cultura do provisório, do descartável, tão presente no mundo é muito fácil desistir, se cansar, não se comprometer, afinal o “para sempre” parece algo tão monótono e chato, que eu achava que não era possível vivê-lo. Na minha humanidade imperfeita acabava por não viver por completo. Por que eu daria meu coração, minha vida, pra algo que vai acabar, para pessoas que irão embora, para um Deus que vai me abandonar?

Nessa inconstância, deparei-me com um escrito de minha grande amiga Teresinha do Menino Jesus que dizia “Que me importa Senhor se o futuro é sombrio? Nada posso pedir-te, oh não, para amanhã! Conserva me  o coração puro, cobre-me com Tua sombra SOMENTE POR HOJE.”  Fiquei refletindo nessa frase cheia de confiança, de uma jovem que vivia enclausurada, hostilizada muitas vezes por suas irmãs, doente, mas amava e se dava sem medida, e não deixava de amar nem três minutos da sua vida, então ficou claro pra mim, que o pra sempre existe sim, e que é a soma de muitos “hoje”. Enquanto eu ficava preocupada na intensidade da minha entrega e disponibilidade lá num futuro, a vida passava e não vivia o hoje, não vivia aquilo que Deus me confiava e me permitia viver HOJE.

Depois dessa experiência peço sempre a ajuda do Espírito Santo, pra que me ajude a amar e viver o meu pra sempre no HOJE, pois “minha vida é um brevíssimo segundo”, e já não importa se as pessoas irão embora, se as coisas passam, importa somente o quanto eu amo e me entrego a Deus hoje.

E Jesus é muito claro quando nos diz: “Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará suas próprias preocupações” (Mt 6,34). Assim te convido a também fazer essa experiência e se questionar como tem vivido aquilo que Deus te dá hoje, quanto tem se entregado e amado o próximo? Quantas vezes têm ficado triste com a incerteza do amanhã? E a resposta da pergunta: Quanto tempo dura o “para sempre”? Deixo minha amiga Teresinha responder:

A minha vida é um só instante, uma hora passageira
A minha vida é um só dia que me escapa e me foge
Tu sabes, ó meu Deus! Para amar-te na terra
Só tenho o dia de hoje!

Que o bom Deus os abençoe!

Fernanda Guardia
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.