Quem é São José para você?

0
São José

A provocação que o título do texto nos traz está no presente, a resposta desta pergunta também segue o mesmo tempo verbal e, resta apenas uma resposta, o gabarito é: São José é referência para o homem de hoje, pois o homem moderno encontrará seu lugar quando viver, pensar e atuar em conformidade com a vontade divina a todo momento. Isso significa ser um homem justo.

Qual o papel de São José na salvação do mundo?

Lembro-me muito bem das vezes em que brincava a noite de caça ao tesouro durante as minhas férias, mesmo que ao final de toda a aventura o tesouro era apenas uma tampinha de garrafa enrolada no papel alumínio, o que realmente importava era o procurar, era viver o grande desafio e encontrar a recompensa. É assim ao meu ver a história do tesouro maior, Jesus Cristo, guardado em cofre imaculado, a Santíssima Virgem, e protegido pela fechadura, São José, que foi se abrindo conforme a combinações de 7 segredos.

É claro que um tesouro somente pode ser chamado assim quando tem a finalidade de ser encontrado, assim como o cofre apenas tem essa definição pois guarda algo de valor que em dado momento é conhecido. Assim, somente pelo cofre se encontra o tesouro, mas todo cofre tem sua combinação, neste caso vamos abordar uma sequência de 7 fatos, e veremos a seguir como Deus foi abrindo revelando, pouco a pouco, a salvação do mundo.

São José, o justo, no espírito e na carne.

Vamos esclarecer que São José é revelado como descendente de Davi na sagrada escritura (Lucas 1, 27), ou seja, de linhagem real, “a uma jovem, prometida em casamento a um homem (a nosso grifo) chamado José, da família de David; e essa jovem se chamava Maria”. Muito longe da ideia de ser um homem de idade avançada, São José goza de plena virilidade na época de sua decisão pelo amor à Maria, aceitando plenamente sua missão, o que revela ser fruto da sabedoria divina. Deus é perfeito e inseriu sua majestade naquele que seria o guardião eucarístico. Uma outra passagem que deixa claro quanto a idade descrita na palavra sagrada é a revelação do Anjo a Zacarias em Lucas 1, 18 “Então Zacarias perguntou ao Anjo: Como vou saber se isso é verdade? Sou velho e minha mulher é de idade avançada. Vejamos que nas duas situações de anunciação cada um assume a sua verdade.

São José além de herdeiro de dons espirituais também foi abastado quanto a sua educação e habilidades de profissão, seu pai ensinou toda a tradição judaica e deu-lhe a herança da carpintaria, o que na época significava muito mais do que fazer peças ou móveis, ser carpinteiro naquela época era ter conhecimento profundo de todo tipo de madeira conforme sua finalidade de uso, em especial, era um dom aplicado para auxiliar a construção dos templos. Isso nos coloca na real condição de São José, homem sábio, viril e habilidoso.

O caminho da santidade

Sendo São José chamado a ser pai adotivo do filho de Deus, caberia, sem sombra de dúvida, ser forjado no amor e seu manuseio se deu pelas suas 7 dores.

1ª Dor de São José: Diante da notícia da gravidez de Maria Santíssima, o seu coração foi tomado por uma amargura a ponto de cogitar o abandono de sua castíssima Esposa. Então, de um terreno amargo Deus levantou a docilidade de coração enviando seu Anjo (Matheus 1, 20) “Enquanto José pensava nisso, o Anjo do Senhor lhe apareceu em sonho e disse: “José, filho de Davi, não tenha medo de receber Maria como esposa, porque ela concebeu pela ação do Espírito Santo”. E assim, José acolheu a palavra do Senhor e agiu (Matheus 1, 24) “Quando acordou José fez conforme o Anjo havia mandado: levou Maria para casa. ”

2ª Dor de São José: Após uma árdua jornada, São José se depara com condições de pobreza extrema no nascimento do Verbo Encarnado. E na escuridão dos seus olhos humanos Deus abrilhantou os céus com seus Anjos contando Glória, transformando aquela noite na mais brilhante de todas até os séculos dos séculos.

3ª Dor de São José: Como pai adotivo e obediente a lei, São José leva o menino para circuncisão conforme a tradição Judaica, ali então vê e sente o primeiro derramamento do sangue preciosíssimo do Redentor, isso vos transpassou o coração. No mesmo momento se cumpriu a promessa (Matheus 1, 21) “Ela dará à luz um filho, e você lhe dará o nome de Jesus (a nosso grifo), pois ele vai salvar o seu povo de seus pecados. “

4ª Dor de São José: Na angústia de São José ao ouvir a profecia de Simeão sobre o que Jesus e Maria passariam Deus lhe deu um coração de louvor ao ouvir (Lucas 2, 32) “luz para iluminar as nações e glória do teu povo, Israel”.

5ª Dor de São José: Quanto sofrestes São José para alimentar o filho de Deus na fuga para o Egito e por esse sacrifício em louvor, sustentado pela esperança, Deus fez cair por terra os ídolos do Egito para assim (Oseias 11:1) “Quando Israel era menino, eu o amei; e do Egito chamei meu filho”.

6ª Dor de São José: Quanto medo teve São José ao sair do Egito (Matheus 2, 22) “Mas, ao ouvir que Arquelau estava reinando na Judéia, em lugar do seu pai Herodes, teve medo de ir para lá. Por isso, depois de receber aviso em sonho, José partiu para a região da Galileia. ” São José deixa os seus planos e segue a palavra de Deus sem tibieza.

7ª Dor de São José: Na angústia que São José sentiu em perder o menino em plena festa da pascoa judaica, quando a quantidade de pessoa mais que dobrava, por longos 3 dias, Deus encheu de esperança o seu coração para jubilar quando da revelação para que teria nascido o menino (Lucas 2, 49) “Jesus respondeu: Por que me procuravam? Não sabiam que eu devo estar na casa do meu Pai? ”

Perceba que durante toda a sua missão em ser pai do Redentor do mundo e esposo da Santíssima Virgem, São José passou por muitos obstáculos, carnais e espirituais. Em todos ele se deixou gerar pela palavra de Deus e assim sua alma e seu coração foram sendo cada vez mais dominados pelas mãos do El Shaddai, até que na plenitude de seu sacrifício o cofre estava totalmente aberto para que o tesouro fosse encontrado. Para nós, basta seguir o que Ele disse (Lucas 2, 49) “Jesus respondeu: Por que me procuravam? Não sabiam que eu devo estar na casa do meu Pai? ” Agora sabemos o caminho para encontrar o maior tesouro do universo. Com certeza virão dias desafiadores e, por isso, em louvor, clamemos a intercessão de São José, O Justo! Ele é a fechadura e a chave, humilde, silencioso, pobre e obediente.

Thiago Casarini
Discípulo da Comunidade Católica Pantokrator

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.