Um santo que usa Nike?

0
santo
Um santo que usa nike

Com certeza você viu algo sobre o recém beatificado Carlo Acutis, jovem italiano que morreu em 2006 por conta de um câncer e desde então sua fama e santidade se espalharam por todo o mundo com muitos relatos de milagres. Ainda nesse ano, especial de sua beatificação, foi exposto para todos o corpo incorrupto, milagre no qual o corpo do santo não sofre o processo natural de degradação ou que tem partes incorruptas. E essa notícia chocou o mundo dormente: os santos ainda existem!

A igreja mais viva do que nunca celebra com alegria a jornada heróica do jovem Carlos, para os íntimos Carlinhos, que por incrível que pareça – digo isso, pois nosso mundo se encontra cada vez mais incrédulo – alcançou um alto grau de santidade cumprindo seu dever nas pequenas coisas: indo a escola, jogando videogame, assistindo a missas e se confessado com frequência. Porém, tudo com um intenso desejo de amar a Deus e fazê-Lo cada vez mais amado, isso explica o inúmeros  moradores de rua que foram ao seu funeral alegando que o Beato dava a eles atenção e  fazia atos de caridade; sua paixão pelo catolicismo e, principalmente, pela sagrada comunhão conseguiram converter o homem que cuidava dele desde sua infância, um indiano que praticava a religião hindu.

Alegra-me ver o espanto das pessoas ao se depararem com um jovem santo de jeans e Nike, pois isso revela que o Senhor conseguiu chamar a nossa atenção para o que realmente importa a busca pela santidade: onde todos parecem anestesiados pelas coisas do mundo. Alegro-me ao perceber que os anseios do coração de Carlos eram muito próximos aos que nós, jovens, temos hoje, viver bem nessa terra para contemplar a face e Deus. Só consigo ver uma mensagem de esperança para nós, os santos ainda existem!

Sou chamado a ser santo

E somos chamados a também ser, não com grandes martírios, mas permanecendo fiel no ordinário. Apesar de pensar que no mundo em que vivemos o “EU” se tornou um deus a ser cultuado e que escolher viver para Cristo e para a igreja é sim um grande martírio, é não derramar nosso perfume na cabeça dos ímpios. Esse menino mostra que o céu é nosso verdadeiro lar.

“A tristeza é o olhar voltado para si; a felicidade é o olhar voltado para Jesus.” – Carlo Acuts

O anjo da juventude fez assim como seu santo de devoção, São Francisco de Assis, anunciar o amor onde há ódio, levar a alegria onde há desespero, esperança onde reinam as angústias, Carlos veio reafirmar Cristo no coração dos jovens que se encontram rendidos a uma busca desenfreada por sentido. Com seu testemunho ele ensinou ao mundo seu pequeno caminho para chegar a Deus, basta elevar o olhar para encontrar a felicidade, pois Ele nos espera.

Que possamos, assim como Carlo, elevar os nossos corações ao alto e buscar as coisas somente de lá, fazer de Cristo o sentido da nossa vida. Fazendo que Jesus console os doentes, aflitos e perdidos através dos nossos gestos, faremos parte de uma juventude santa e católica que permanece sempre feliz, pois tem os olhos sempre postos em Deus.

Juntos até o céu!

Tayná Barbosa
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.