Vá a igreja por causa de Deus e não por pessoa nenhuma

0
igreja

Vivemos numa sociedade de desequilíbrios: ou pendemos para um individualismo exacerbado, ou terceirizamos completamente aos outros a nossa vida e decisões. E é claro que isso se reflete em nossa vida com Deus e vivência na Igreja. Será que estamos numa relação equilibrada, ou estamos deixando de ir à Igreja por uma autossuficiência, ou será ainda, que só vamos por causa de uma pessoa específica?

É sobre esse último caso que vamos focar: não podemos frequentar a Igreja por alguém que não seja Deus, não podemos ir à Igreja estritamente para agradar ao namorado, ao amigo ou à família, a Igreja não pode ter a funcionalidade que um bar tem, de apenas reunir e agregar os amigos. A ida à igreja pode proporcionar tudo isso: pode e cultiva as amizades – e é fundamental que isso aconteça –, pode tranquilizar e deixar aqueles que nos amam felizes, e isso também é muito bom. Porém, isso só acontece e é sadio quando esses fatores não são o motivo, mas as consequências de uma busca pessoal por Deus.

Caminho, não condição

Esses dias conversava com uma amiga que começou a frequentar e a buscar mais a igreja por causa do seu namoro, e isso é ótimo, mas nós dizíamos como o namorado dela era uma via para uma vida de intimidade com Deus, mas que jamais pode ser a condição. Ir através de alguém é muito diferente de ir se alguém for. A minha vida com Deus jamais pode estar condicionada a vida e ao relacionamento com outra pessoa.

Mas por que isso é ruim?

Se eu estabeleço que só vou a Igreja por “X” pessoa, eu estabeleço que a minha relação com “X” é muito mais privilegiada que a minha relação com Deus, eu endeuso e coloco “X” no lugar do Senhor. Eu tenho outro deus além do Verdadeiro Deus, assim, eu já pisei no 1° mandamento: eu amo mais o meu relacionamento e “X”.

Além de tudo, é só eu pensar: e se eu brigar ou meu relacionamento com “X” acabar? Acabou a Igreja para mim também? Se a resposta for sim, você gastou mais seu tempo tentando seduzir “X” que construindo uma autêntica relação com Deus, você desperdiçou a oportunidade de experimentar o Amor Verdadeiro. E aí? E aí que você gastou tempo útil para sua santificação e salvação.

Devemos viver para Cristo, devemos segui-Lo e com certeza Ele nos abençoará abundantemente com pessoas, amizades e relacionamentos que nos firmem na fé e que nos ajudarão na caminhada até o Céu!

 

Ana Clara Gonçalves
Engajada na Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.