Você acredita que a palavra tem poder?

0
palavra

Existe um ditado que diz: “Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida” (Desconhecido). A sabedoria popular nos ensina que toda palavra pronunciada tem seu poder e sua eficácia. Você acredita que a palavra tem poder? Você tem estado atento àquilo que diz e àquilo que permite adentrar os seus ouvidos?

O que temos dito?

Nenhuma palavra é em vão, nem mesmo uma palavra de brincadeira, na qual não parece haver seriedade, deixa de ter seu sentido e gerar seus frutos.

“As palavras da boca de um homem são águas profundas; a fonte da sabedoria é uma torrente transbordante” (Pro 18,4). Nossas palavras são capazes de gerar vida e bênçãos. Por outro lado, elas também podem causar destruições e morte. Assim como é possível, através de uma única palavra, consolar um coração e fazer com que alguém se sinta amado por Deus, por obra do Espírito Santo, também pode acontecer que se afaste d’Ele. Por isso devemos ter consciência do que falamos e pedir que o Espírito Santo nos inspire e nos dê sabedoria para que nossas palavras conduzam as pessoas a Deus.

E a nós mesmos, o que temos dito? Temos proferido bênçãos ou maldições sobre nós mesmos? Habitamos nas palavras de louvor ou de murmuração? Temos pronunciado sobre nós palavras que nos edificam ou nos destroem? Temos louvado e atraído as bênçãos de Deus a nós? Temos dito palavras generosas e edificantes sobre nós? Quais sementes temos semeado em nossas mentes e nossos corações? Vale a pena fazer uma reflexão profunda sobre como temos tratado a nós mesmos, com toda delicadeza e amor que merecemos.

A que temos dado ouvidos?

Vivemos em um mundo muito barulhento. O tempo todo somos bombardeados por notícias e por palavras que chegam aos nossos ouvidos através de todos os meios de comunicação possíveis. Ao redor de nós, tantas opiniões, sugestões e fofocas.

Não podemos evitar que as palavras, sejam elas verdadeiras ou falsas, boas ou ruins, cheguem aos nossos ouvidos, mas podemos filtrar o que ouvimos. Não devemos permitir que tudo o que ouvimos penetre os nossos corações e as nossas mentes, criando raízes em nosso interior. Assim como o nosso organismo filtra todo e qualquer alimento que o adentra, absorvendo os nutrientes e desprezando aquilo que não nos nutre, devemos absorver as boas palavras e rejeitar as que nos são tóxicas.

Que palavra nos tem gerado?

Conforme nos narra o Livro de Gênesis, tudo foi criado por meio da Palavra Divina: “Faça-se!” Na nossa criação, Deus também pronunciou Fiat (Faça-se) e passamos a existir. É esse Fiat, a palavra criadora, que sustenta a nossa existência a cada instante.

Deus não só nos criou por meio de uma palavra, como também nos concedeu a própria Palavra para nos ensinar a viver a nossa humanidade: Jesus Cristo, o Verbo Eterno, que “se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1,14).

Quais palavras nos têm gerado e conduzido as nossas vidas? Palavras de medo e desesperança, conceitos errôneos de outros ou nossos sobre nós, pensamentos ideológicos? Para que realmente encontremos a nossa verdade e realização, precisamos deixar-nos ser gerados pela Palavra de Deus. Somente ela tem o poder de gerar vida abundante em nós, a vida eterna, já aqui na terra e depois no céu, a vida para a qual fomos criados! Busque o Senhor através da vida de oração e abra seus ouvidos à Sua Palavra!

Que o Bom Deus nos abençoe!

Adriane Luz
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator 

 

 

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.