Cristo, fiel mestre do amor: Papa aos fiéis reunidos na praça de São Pedro para o Ângelus

0

Em sua reflexão prévia ao ângelus deste domingo, o Papa Bento XVI propôs a Cristo como autêntico, coerente e fiel Mestre de amor a quem os católicos devem seguir e imitar na vida cotidiana para dar um testemunho eficaz.

Na Praça de São Pedro e diante de milhares de fiéis, o Santo Padre recordou que na liturgia de hoje, “o apóstolo Paulo nos convida a aproximar-nos do Evangelho ‘não como palavra de homens, mas como o que é verdadeiramente, Palavra de Deus’. Deste modo podemos receber com fé as admoestações que Jesus dirige à nossa consciência, para assumir um comportamento de acordo a elas”.

No Evangelho, prosseguiu, o Senhor “reprova os escribas e fariseus, que tinham na comunidade um papel de professores, porque sua conduta estava abertamente em contraste com o ensinamento que propunham outros com rigor”.

“A atitude de Jesus é exatamente a oposta à deles: Ele é o primeiro que pratica o mandamento do amor, que ensina a todos, e pode dizer ‘porque meu jugo é suave e ligeira minha carga’ e nos ajuda a levá-la junto a Ele”.

O Papa ressaltou logo que Cristo, o Senhor, “é nosso verdadeiro e único Mestre! Estamos, portanto, chamados a seguir o Filho de Deus, o Verbo encarnado que expressa a verdade de seu ensinamento através da fidelidade à vontade do Pai, mediante o dom de si mesmo”.

Bento XVI destacou ademais que “Jesus condena firmemente também a vangloria e observa que ‘obrar para ser vistos pelos homens’ coloca a pessoa em mãos da aprovação humana, escavando os valores nos quais se fundamenta a autenticidade da pessoa”.

“Queridos amigos, o Senhor Jesus se apresentou ao mundo como servo, despojando-se totalmente de si mesmo e ‘rebaixando-se” até oferecer na cruz a mais eloqüente lição de humildade e de amor”.

Do exemplo de Cristo, concluiu o Santo Padre, “brota a proposta de vida: ‘quem entre vocês é o maior deve ser o servo de todos’. Invoquemos a intercessão de Maria Santíssima e oremos, em particular, por quantos na comunidade cristã estão chamados ao ministério do ensino para que possam dar sempre testemunho com suas obras das verdades que transmitem com a palavra”.

ACI

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.