Peregrinos terão mais de 45 pontos de informações na JMJ Rio2013

0

Estações de metrô, trem, rodoviárias e outros locais estratégicos do Rio de Janeiro e de Niterói receberão pontos de informação para atendimento ao peregrino durante a JMJ Rio2013. Serão 45 pontos de informação. Cerca de três mil voluntários vão trabalhar nos pontos, dos quais 940 são voluntários internacionais.

Nos dias de Atos Centrais em Copacabana, os pontos das estações de metrô Siqueira Campos e Arcoverde vão funcionar 24h. O mesmo acontecerá no ponto do BRT Recreio nos dias 26, 27 e 28 de julho, quando os peregrinos começam a se deslocar para as atividades no Campus Fidei, em Guaratiba. Os pontos das rodoviárias do Rio e de Niterói e do Aeroporto Galeão funcionarão 24h todos os dias da JMJ Rio2013.

ponto-informacoesOs demais pontos de informação funcionarão a partir das 6hs até meia noite, com exceção ao shopping Rio Sul que estará aberto no mesmo horário comercial do prédio, ou seja, de 10h às 22hs durante a semana e das 13hs às 21hs no final de semana.

O peregrino também pode entrar em contato com a Central de Atendimento ao Peregrino pelo número 0800 718 2013.

Além dos pontos de atendimento ao peregrino da JMJ Rio2013, a Prefeitura do Rio de Janeiro vai disponibilizar 17 pontos de atendimento ao turista. Destes, nove pontos já existiam na cidade. Os outros oito são novos e, segundo a prefeitura da cidade, ficarão como legado da Jornada. Nesses pontos, os jovens receberão um guia impresso com informações gerais e dicas para os dias de estadia na capital fluminense.

Os pontos funcionarão na Lapa, Quinta da Boa Vista, Barra da Tijuca, Leblon, Urca, Ipanema, Feira de São Cristóvão, aeroporto Santos Dumont, Copacabana, Centro de Atendimento ao Turista (CIAT), Centro, Gávea, Zona Portuária, Aterro do Flamengo, Rodoviária Novo Rio e aeroporto Galeão.

Além desses, a cidade terá pontos temporários durante a Jornada no Sambódromo, estação das barcas, Central do Brasil e em Guaratiba.

Um material específico para a JMJ Rio2013 foi preparado pela prefeitura. Os guias estarão disponibilizados em inglês, espanhol e português. Nesses pontos, os peregrinos também o guia Caminhos da Fé com as informações sobre as principais igrejas históricas do Rio de Janeiro.

“A experiência adquirida em mais um grande evento será de grande importância na preparação de uma estratégia bem sucedida de atendimento ao turista durante a Copa de 2014 e as Olimpíadas. Além disso, é importante porque esses eventos deixam legados. No caso do turismo, dobraremos os postos de informação da cidade, o que melhorará muito a experiência do turista no Rio”, disse Antonio Pedro Figueira, secretário de Turismo do Rio, a respeito do legado da JMJ.

Rádio Vaticano

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.