A felicidade é uma direção, não um destino

0

A menina de apenas 13 anos, mas com uma consciência quase adulta, escreveu 3.000 palavras no espelho do seu quarto: este foi o testamento espiritual de Athena Orchard, falecida por causa de um tumor nos ossos.

Um hino à felicidade

testemunhoÉ uma exaltação sincera à felicidade, à força e ao amor. Os pais da menina, como escreveu o Huffington Post dia 5 de junho, encontraram a mensagem enquanto, com imensa dor, organizavam os pertences dela no quarto.

“É muito doloroso e ao mesmo tempo surpreendente descobrir os pensamentos mais íntimos da Athena”, contaram ao Daily Mail. “A felicidade (…) talvez não seja o fim do percurso, mas o próprio percurso”, foram as primeiras palavras da carta. “A felicidade é uma direção, não um destino”, completou a menina.

Suas palavras têm grande espaço para o amor. O objetivo, o significado da vida: o amor. “O amor é raro, é como o vento: se pode sentir, mas não se pode ver. A vida é um jogo para todos e o amor é o prêmio”, escreveu Athena.

“Vocês são felizes, são livres: é o único modo para permanecer sempre jovens”. E conclui: “Não é preciso chorar, porque sei que estarão sempre ao meu lado”. Certamente, agora ela reza pelos seus lá do céu.

Athena, como Stephen Sutton

Este tocante testemunho relembra a história de Stephen Sutton, o jovem que comoveu o mundo inteiro por sua sensibilidade humana.

“Vou usar o tempo que me resta como uma oportunidade para enriquecer a minha vida e, mais importante ainda, para tentar melhorar a dos outros por meio da arrecadação de recursos e da prevenção do câncer nos adolescentes”, disse ele, poucas semanas antes de falecer também por causa de um câncer.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.