Bispos do Brasil deram início ao 53º encontro do episcopado do país

0

“Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil” é tema central da assembleia

Nesta quinta-feira, 15 de abril, os bispos do Brasil deram início, na cidade de Aparecida, ao 53º encontro do episcopado do país.

cnbb

O arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal dom Raymundo Damasceno pediu as bênçãos para os trabalhos que se realizarão até o dia 24 de abril.

Conforme notícia publicada no site da CNBB, entre os objetivos da assembleia destaca-se a revisão das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora no Brasil; a ação dos leigos na Igreja; e as eleições gerais para os serviços da presidência e das comissões episcopais. Além disso, serão eleitos os delegados da Conferência para o Sínodo dos Bispos e do Conselho Episcopal Latino Americano (Celam).

Dom Damasceno finalizou as intervenções da abertura da assembleia, recordando que as Diretrizes Gerais para o próximo quadriênio não serão inteiramente novas, mas profundamente renovadas, principalmente à luz da Encíclica Evangelii Gaudium e das palavras do papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude, realizada no Rio de Janeiro.

Nesta quinta-feira (16), o segundo dia da assembleia teve início com a celebração da missa pelos novos bispos, presidida pelo núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D´Aniello.

Conforme nota enviada pela assessoria de imprensa, o tema central da assembleia, “Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil”(DGAE), foi pauta da primeira sessão de trabalho da manhã. Em seguida, a Comissão Episcopal para a Tradução dos Textos Litúrgicos (Cetel) apresentará os andamentos dos trabalhos de revisão do Missal Romano, com reações e possíveis encaminhamentos dos bispos. Ainda na parte da manhã, os bispos discutirão o tema prioritário, “Os cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade”.

No período da tarde, as doze Comissões Episcopais Pastorais da CNBB apresentarão relatórios das atividades desenvolvidas no quadriênio (2011 – 2015).

Os 18 regionais da CNBB também irão partilhar a realidade de evangelização, com foco na missão e identidade de cada regional. As atividades deste segundo dia encerram-se às 19h30.

Zenit

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.