Naufrágio no Lago Paranoá: O Corpo de Bombeiros retoma as buscas por seis a sete vítimas

0

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal retoma agora de manhã as buscas por seis a sete vítimas do naufrágio com o barco Imagination, ocorrido na noite do último domingo (22) no Lago Paranoá, em Brasília. Sem a lista precisa dos passageiros e tripulantes da embarcação, os bombeiros não têm o número exato de pessoas que estavam no barco no momento do acidente – os dados variam de 102 a 96.

Até ontem (23), 93 pessoas foram resgatadas e três corpos localizados, além do de um bebê, de 6 meses, retirado vivo e que depois morreu. Os três foram encontrados próximos à embarcação, que está a 17 metros de profundidade. A embarcação naufragou a menos de 1 quilômetro do clube de onde partiu e a 250 metros da margem.

A Marinha, que coordena as investigações sobre o naufrágio, trabalha com a hipótese de superlotação da embarcação. O Imagination tinha autorização para levar até 93 pessoas, contudo mais de 100 embarcaram. De acordo com um dos funcionários da empresa responsável pela festa no barco, é possível que pessoas não autorizadas tenham entrado na embarcação.

De acordo com a Marinha, a embarcação foi vistoriada em novembro de 2010, quando renovou o Certificado de Segurança da Navegação (CSN). Na ocasião, os coletes salva-vidas, o extintor de incêndio e as boias circulares estavam em conformidade com as especificações, segundo comunicado da Marinha.

Porém, segundo bombeiros que ajudam nos trabalhos de buscas, não basta apenas haver o colete salva-vidas disponível, é necessário ensinar as pessoas a utilizá-lo. Segundo um dos bombeiros, entre as 92 pessoas que se salvaram algumas usavam mais de um colete, provando que não faltava material.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.