China: Polícia sequestra dois sacerdotes em Mutanjiang

0

A agência Ásia News informou que Pe. Shaoyun e Pe. Jianyou foram presos no domingo após a missa matinal e levados para um local desconhecido

Na manhã de 22 de março, a polícia chinesa deteve dois padres na cidade de Mutanjiang (Heilongjiang). Conforme notícia da Ásia News, Padre Shaoyun Quan, 41 anos, e Padre Cao Jianyou, 43 anos, foram detidos por um grupo de policiais depois de celebrar a Missa às 10:30 e levados para um local desconhecido.

Pe. Quan é o pároco, e Pe. Cao o vice pároco de uma comunidade “subterrânea”, que não é reconhecida pelo governo. Suas atividades – explica a agência – ocorrem em locais não registrados no Ministério para Assuntos Religiosos.

De acordo com os regulamentos sobre as atividades religiosas na China, as pessoas que desempenham atividades religiosas fora do controle do governo, praticam ações ilegais, passíveis de prisão por atividades “criminosas”.

O trabalho dos dois padres, apesar de “subterrâneo”, é conhecido pela polícia e apoiado desde que seja exercido a “baixa voz”. Nos últimos meses, tinham confirmado que as atividades e evangelização estavam sendo desenvolvidas “em paz” e de maneira “muito tranquila”.

Nas últimas semanas, várias notícias e artigos de jornais de todo o mundo mostravam uma nova abertura da China ao diálogo com a Santa Sé para chegar a relações diplomáticas. O projeto de acordo reafirmava a vontade da China de prosseguir de forma independente com as eleições e a nomeação de bispos, sem o mandato papal e colocava de lado a vida das comunidades subterrâneas.

Zenit

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.