Comunidades Novas participam de Congresso Nacional de Leigos promovido pela CNBB

0

Nesse final de semana aconteceu o IV ENEMEAL, que é um Congresso Nacional de Leigos promovido pela CNBB através da Comissão Episcopal para o Laicato. Nesse Congresso estão presentes Associações Laicais, Serviços Eclesiais, Movimentos Juvenis, Associações nascidas dos carismas das Congregações Religiosas, Movimentos que atuam nas universidades públicas.

Uma grande novidade nesse ano foi a presença das Comunidades Novas. Mais de 40 Comunidades Novas do Brasil estavam representadas, destacando a presença de Matteo Calisi, Presidente da Fraternidade Internacional de Comunidades, bem como Gilberto Barbosa, o representante dessa Fraternidade no Brasil. Trata-se do terceiro passo de aproximação entre essas Comunidades e a CNBB.  Em 2010, André Luis Botelho de Andrade – Comunidade Pantokrator e Pe. Wagner Ferreira – Comunidade Canção Nova, estiveram na CNBB num primeiro diálogo oficial entre a realidade das Comunidades e a Comissão Episcopal para o Laicato e a Comissão para Ministérios Ordenados e Vida Consagrada da CNBB. Esse encontro preparou um grande momento de unidade, acontecido em Goiânia em 2011, em que 14 Comunidades Novas dialogaram com bispos e outros representantes da CNBB.  Trata-se de um bonito processo de comunhão, em que os bispos do Brasil, através da CNBB, se aproximam e acolhem essa nova realidade na Igreja do Brasil, e elas, por sua vez, escutam o que os pastores têm como orientação e direcionamento.

O ENEMEAL foi um momento especial de unidade entre os vários organismos laicos do Brasil. Eram, ao todo, mais de 100 representações.  O Congresso refletiu sobre o significado do Concílio Vaticano II para o leigo, os desafios atuais, bem como sobre propostas para o laicato no Brasil. Destacaram-se exposições como a de Laudelino A. dos Santos Azevedo, presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil, painéis como o feito por Carmadélio Silva da Comunidade Shalom e dinâmicas de discussão em grupos e suas consequentes conclusões. Foi notável a presença de vários bispos, dentre eles Dom Severino Clasen, Presidente da Comissão Episcopal para o Laicato.

Motivados pela experiência de unidade, bem como pelas reflexões e orientações realizadas pelos palestrantes e organizadores, os congressistas saíram animados a responder de forma generosa aos apelos da nova evangelização e assim fomentar no Brasil uma Igreja mais dinâmica e capaz de responder aos desafios do nosso tempo.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.