Príncipe de Liechtenstein disse que irá vetar toda iniciativa de liberação do aborto nesse principado

0

O príncipe regente de Liechtenstein, Alois Philipp Maria, acaba de afirmar que usará de sua prerrogativa de veto para qualquer medida legislativa que venha permitir a liberação do aborto em seu principado.

Em 18 de setembro, os eleitores de Liechtenstein vão participar de um referendo a propósito de uma iniciativa que permite a realização do aborto durante o primeiro trimestre da gravidez ou quando o feto for considerado gravemente incapacitado.

O príncipe Alois, agindo dentro de suas prerrogativas como soberano do país, anunciou que, se o referendo for aprovado pelos eleitores, ele irá vetá-lo.

Liechtenstein é uma monarquia constitucional que se localiza nos Alpes, entre a Áustria e a Suíça. A população é constituída, em sua maioria (75%), por católicos, e a tomada de atitude do príncipe em defesa da vida pode vir a influenciar os resultados do voto popular.

Com informações da Catholic Culture.org.

Gaudium Press

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.