Surpresa na Áustria: o parlamento rejeita equiparar as uniões civis gays ao matrimônio

0

Social-democratas votaram contra o projeto apresentado por eles mesmos, para não comprometer a coalizão com o Partido Popular.

Neste último 18 de junho, o parlamento austríaco rejeitou o projeto de lei que equipararia as uniões gays ao matrimônio e que era tecnicamente definido como “direito humano ao matrimônio igualitário”. Foram 110 votos contra e apenas 26 a favor.

Só o Partido Verde votou pela equiparação, enquanto o Partido Social-Democrata (que tinha feito a proposta original) se alinhou ao Partido Popular na manutenção do status quo, provavelmente para não criar fissuras na “grande coalizão” que governa a Áustria.

É a primeira votação parlamentar em um país da União Europeia sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após a aprovação dada pelo Europarlamento, em 12 de março, ao relatório que incentiva os países-membros a “contribuir com uma reflexão mais aprofundada sobre o reconhecimento dos casamentos homossexuais e das uniões do mesmo sexo como uma questão política, social e de direitos humanos e civis”.

 Zenit

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.