Papa manifesta dor pelas vítimas de terremoto na Nova Zelândia

0

Cidade do Vaticano (Quarta-feira, 23-02-2011, Gaudium Press) Na última segunda-feira, um terremoto de 6.3 na escala Ritscher, considerado de potência moderada para a região, mas cujo epicentro ocorreu a apenas 10 km da superfícice, deixou um rastro de destruição na Nova Zelândia. A cidade mais atingida, Christchurch (“Igreja de Cristo”), é a segunda mais importante do país. E tem grande população católica. Até o momento, 65 pessoas foram mortas e há ainda centenas de soterrados e feridos.

Hoje o Vaticano enviou uma nota de pesar e condolências ao país. “Sua Santidade assegura ao povo da cidade e da nação as suas orações para todos aqueles que estão trabalhando urgentemente para resgatar e assistir os soterrados e feridos, bem como àqueles trabalhando para restabelecer os serviços essenciais”, escreve o cardeal Tarciso Bertone, secretário de Estado do Vaticano.

A mensagem foi enviada ao bispo de Christchruch, Barry Tones, que viu a principal igreja da cidade, a Igreja de Pedra, ruir diante do tremor.

O Papa também reafirmou suas orações durante a audiência geral desta quarta-feira, na Sala Paulo VI do Vaticano.

“No momento – disse o Papa recordando as vítimas de Christchurch – meus pensamentos se voltam especialmente para as pessoas que ali estão sendo duramente testadas por essa tragédia. Peçamos a Deus que amenize seu sofrimento e que ajude todos os que estão envolvidos nas operações de resgate. Também peço a vocês que se unam a mim nas orações por todos aqueles que perderam suas vidas”.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.