Terroristas islâmicos incendeiam catedral e sequestram sacerdote e fiéis nas Filipinas

0

Um grupo terrorista que jurou lealdade ao Estado Islâmico (ISIS) atacou na tarde da última terça-feira, a Catedral de Marawi na ilha filipina de Mindanao, o grupo sequestrou um sacerdote, religiosas e vários fiéis que estavam rezando no último dia da novena a Nossa Senhora Auxiliadora.

Grupo Maute

O Maute é uma organização armada muçulmana com base em Lanao do Sul que apareceu no panorama nacional em 2012 com o nome de Khilafah Islamiyah Movement (KIM) e dois anos depois adotou o de EI-Ranao para certificar sua afiliação ao Estado Islâmico.

O grupo está controlado atualmente pelos irmãos Omar e Abdullah Maute Romato, que estudaram no Egito e na Jordânia, respectivamente, segundo o Institute for Policy Analyisis of Conflict, embora existam boatos de que o primeiro possa ter morrido há um ano em um enfrentamento com o exército.

O sul das Filipinas é palco de um velho conflito separatista islâmico que causou nas últimas quatro décadas entre 100 mil e 150 mil mortes e paralisou o desenvolvimento de uma região rica em recursos naturais.

Via ACI

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.