Uruguai: aprovam projeto de lei sobre a legalização do aborto

0

Os senadores uruguaios aprovaram, nesta terça-feira, o projeto de lei sobre a legalização do aborto. O texto, apresentado pela coalizão de esquerda Frente Ampla, atribui à mãe a possibilidade de optar pelo aborto até a 12ª semana de gestação, como sua escolha exclusiva, enquanto para casos especiais como estupros ou doenças graves, não há limite de tempo gestacional.

“A vida é sagrada e divina”, havia escrito em uma carta aberta enviada aos senadores Dom Jaime Fuentes, Bispo de Minas, no Uruguai.

Na carta, Dom Fuentes perguntava aos senadores: “O que vocês pretendem fazer com a lei sobre o aborto? Não basta a violência que vemos todos os dias? Vocês querem facilitar aquela que é a maior, ou na verdade, aquela que mata a criança ainda no seio materno? Vocês pensam que com a legalização o aborto deixará de ser um crime que permanecerá na consciência da mãe que o comete? Vocês creem que esta será uma lei progressista porque permitirá às mulheres decidirem sobre o próprio corpo? Não, isso não é o que pensam as mulheres do Uruguai”.

O projeto de lei ainda precisa passar na Câmara dos Deputados do Uruguai. Contudo, a Frente Ampla tem a maioria dos deputados. Assim, a voz da Igreja – que defendeu a importância da tutela da vida desde a concepção – não foi ouvida. (RB)

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.