Papa Francisco assegura que o Pe. Jacques Hamel era um “santo sacerdote”

0

Através de sua conta de Instagram, o Papa Francisco recordou o Pe. Jacques Hamel, assassinado por dois membros do Estado Islâmico na França, como “um santo sacerdote”.

O post de Instagram recorda o presbítero de 84 anos assim: “Este santo sacerdote, que morreu precisamente no momento em que oferecia a oração por toda a Igreja, é um; mas quantos cristãos, quantos inocentes, quantas crianças…”.

Francisco_JacquesHamel_270716

As palavras do Papa Francisco foram tiradas de suas declarações aos jornalistas a bordo do avião que o levou de Roma a Cracóvia, quando assinalou que o mundo está em guerra, mas não é uma guerra de religiões.

O Pontífice também agradeceu ao presidente da França, François Hollande, por seu telefonema para oferecer condolências.

Em declarações ao ‘New York Times’, um encanador que conhecia bem o falecido sacerdote disse que era “muito colaborador”. “Realmente me dói que ele tenha partido. Ele veio à minha casa depois que eu perdi um filho”, recorda Jean Baya.

O Pe. Aimé Rémi Mputu Amba, disse ao jornal francês ‘Le Figaro’ que, apesar de sua “idade avançada, ele estava envolvido na vida da paróquia. Costumávamos brincar com ele e dizíamos: ‘Jacques, está fazendo muito! É hora de se aposentar!’. E ele sempre ria e nos dizia: ‘Alguma vez já conheceu um sacerdote aposentado? Vou trabalhar até o meu último suspiro’”.

O Pe. Mputu Amba disse também que “ter partido enquanto celebrava a Missa deve ter sido algum tipo de bênção para ele, apesar das trágicas circunstâncias”.

Via ACI

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.