Artigos Pantokrator

30,478FãsCurtir
11,152SeguidoresSeguir
5,573InscritosInscreve-se

Últimas Postagens

Quem entra nessa chuva é pra se molhar

Quando não encarnamos nossas conversões, pode ocorrer a acomodação, desse modo,  seguimos vivendo e trabalhando na obra de Deus sem amor, sem o zelo...

Ele vive! Posso crer no amanhã!

Ele vive! Posso crer no amanhã! Uma das grandes angústias da humanidade é o medo do futuro. O amanhã é um mistério que vai além...

O mistério do Sábado Santo

Kátia Maria Bouez Azzi O Sábado Santo é um dia cheio de grande significado. Não é o “sábado de aleluia”, mas o sábado do repouso junto do túmulo do Senhor, em que a Igreja medita a Paixão, a Morte e a descida à mansão dos mortos do seu Redentor e aguarda, no jejum e na oração, a Sua Ressurreição. Para além da reunião da comunidade para a oração, não há qualquer outra celebração, a não ser o carácter do próprio dia. Cristo dorme no sepulcro; desce aos infernos onde o esperam os justos do Antigo Testamento e lhes anuncia a sua salvação próxima e sua ascensão com Ele ao céu.

Sexta-feira Santa – A morte salvífica

Kátia Maria Bouez Azzi Da luz da grande Quinta-feira passamos às trevas da Sexta-feira, o dia da Paixão do Cristo, de Sua morte e de Sua sepultura. Neste dia não se celebra a Divina Liturgia, em sinal de luto pela morte e sepultamento de Cristo Jesus. A Igreja nos recorda a traição de Judas, a agonia no Monte das Oliveiras, a condenação de Jesus; a sua Crucifixão e o seu Sepultamento na espera da Ressurreição ao Terceiro Dia. A Igreja primitiva chamava este dia “A Páscoa da Cruz”, porque ele é de fato o começo desta Páscoa ou Passagem cujo sentido nos será revelado progressivamente; primeiro, na paz do grande e santo Shabbat; depois, na alegria do dia da Ressurreição. Mas antes, as trevas.

O mistério da Quinta-feira Santa

Kátia Maria Bouez Azzi Estamos para iniciar o Tríduo Pascal. Para compreender plenamente o seu significado, é preciso entender um conceito de “tempo”, muito importante na Liturgia. Na verdade, existe um tempo cósmico, isto é, o tempo que existe e passa; nele ocorre o desenvolvimento da história humana. Diferentemente, existe o tempo sagrado, que pode ser recuperado pela pessoa humana e ser celebrado para agradecer e louvar a divindade. Ora, Cristo entra no tempo e condiciona a história. Para o cristianismo, a história é o lugar da revelação divina. Deus Se mostra e Se desvela no tempo. Os cristãos criaram seu tempo sagrado ao organizarem seu ano litúrgico, começando pela organização de sua semana.

Acontece na Comunidade

Palavras do Papa

Angelus: abandonar as pedras da condenação, converter-se e recomeçar

Abandonar as pedras da difamação e do julgamento, converter-se e recomeçar uma nova vida: esta foi a mensagem que o Papa transmitiu aos fiéis...

Papa: o coração endurecido nos faz perder a fidelidade ao Senhor

O Papa Francisco celebrou na manhã desta quinta-feira (28/03) a missa na capela da Casa Santa Marta e em sua homilia fez um forte...

Cursos Gratuitos

Mais sobre a Comunidade

Sua vocação é o lugar onde Deus o chama para que você tenha uma experiência com Ele. Ele é para você como a água é para o peixe.

André Luís Botelho de Andrade

Fundador

CONSTRUTORES DA FÉ

Edificando a fé nos Corações

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Acompanhe-nos

× Eventos Informações