A importância da modéstia

0
modéstia
Em tempos de ostentação, falar de modéstia parece “fora de moda”. Será? Será que em um mundo tão preocupado em se mostrar, em ser visto, em “chamar a atenção” ainda é possível se demostrar a importância e o valor da modéstia?
 
A palavra modéstia tem como significado: a “ausência de vaidade em relação ao valor próprio, as próprias realizações, êxitos e etc”. Pode parecer contraditório com as ideias motivacionais que se tem levantado hoje em dia.
 
Idéias que levam as pessoas a buscar um valor exacerbado em si mesmas e em suas realizações. Não estou dizendo que não se deve buscar reconhecimento. O problema está na forma em que se busca essa valorização e o objetivo final disso. Por exemplo, homens e mulheres cada vez mais expõe o corpo com o intuito de serem notados, apreciados e desejados. Ou pessoas que gostam de expor suas vidas nas redes sociais com o objetivo de serem admiradas, vistas e elogiadas o tempo todo.
 
Essas atitudes são “imodestas”, são atitudes que tiram o valor mais essencial da pessoa: a dignidade. Atitudes que alimentam a soberba, o orgulho e a vaidade. Sentimentos e expressões que só nos afastam de Deus. 

 A modéstia no plano de Deus

Para nós cristãos, a modéstia está vinculada à virtude da temperança. O catecismo da Igreja Católica nos ensina que virtude é uma disposição habitual e firme para praticar o bem. Permite a pessoa não só praticar atos bons, mas dar o melhor de si.
 
Então, ao decidirmos pela modéstia, além de escolhermos o bem, temos também a oportunidade em dar o melhor de nós mesmos. Ao optarmos por sermos modestos no falar, no pensar, no agir, no vestir e ao nos relacionarmos, estamos sendo “imitadores” de Cristo.
 
A modéstia nos leva a encontrar o amor próprio, eleva nossa estima e ordena o  valor das coisas materiais. Além disso, ao tratar as pessoas e os relacionamentos com modéstia, estamos amando o próximo e o respeitando como filho amado de Deus.
 
A modéstia nos aproxima de Deus e nos coloca novamente no seu plano original, isto porque protege a nossa dignidade, eleva-nos a estatura de filhos de Deus criados a Sua imagem e semelhança.
 
Peçamos a Deus, que a exemplo de Cristo, sejamos modestos e encontremos alegria e paz por nos reconhecermos filhos do Altíssimo, herdeiros da glória eterna.
 
Vanessa Cícera S. Ramos
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

17 + 11 =