A importância de orar pelos filhos

0
filhos

Para entender a importância de orar pelos filhos, vou começar usando uma analogia. Assim como a semente plantada precisa de água para se desenvolver, a vida espiritual dos filhos precisa da oração dos pais para florescer.

Você pode se tornar adulto e, sem que ninguém tenha rezado por você, você pode encontrar Deus. Porque você já terá condições suficientes de tomar suas decisões. No entanto, é bem provável que você tenha tido muitas marcas causadas pelo pecado até encontrar Deus.

A oração dos pais pelos filhos é uma precaução e também uma proteção contra o pecado. Quando oramos pelos nossos filhos atraímos o olhar de Deus para eles. Nossa oração também atrai nossos filhos para Deus. Pedimos graças e bençãos para sua vida.

Voltando à analogia do início, a semente plantada precisa de água para se desenvolver no solo. A semente é a criança; o solo é a família e a água é a oração dos pais pelos filhos para nascer, crescer e se desenvolver em direção ao Sol que é Deus, nosso Astro maior.

A oração dos pais pelos filhos, assim como o testemunho de vida dos pais não é uma redoma de vidro que se coloca os filhos, mas é sim, com certeza, um ato de fé e de confiança que os pais fazem ao entregar seus filhos diariamente à proteção do Altíssimo.

Santa Teresinha do Menino Jesus dizia que para saber como rezavam os santos bastava olhar para seu pai fazendo suas orações. Imagino o quanto seus pais rezaram por suas filhas, tendo a graça de entregar todas elas, cinco mulheres, para a vida religiosa.

Nenhuma oração fica sem chegar ao coração de Deus, como nos garante a Escritura. Os pais receberam a autoridade de Deus para cuidar dos filhos e têm uma graça especial para realizar sua missão. Acredito que a oração dos pais tem poder. Sempre corro para minha mãe, pedindo que reze por alguma necessidade urgente.
Assim também peço à Santíssima Virgem Maria que interceda por minhas filhas e as guarde em seu manto.

Oração com os filhos

Além de orar pelos filhos, os pais também podem orar com eles, ensinando-lhes a pratica da fé e da oração. Vão plantando a semente do bom, do belo e do verdadeiro ao ensinar os filhos a se relacionar com Deus.

Um estudo acadêmico recente demonstra que a prática da religião na infância afasta jovens do alcoolismo e das drogas, especialmente na fase de transição da juventude para a vida adulta.

Pesquisadores de diferentes universidades norte-americanas fizeram estudos com 900 pessoas entre 18 e 29 anos e constataram que praticar uma religião efetivamente na infância é um meio de prevenção eficiente contra o uso de drogas. No entanto, não basta apenas crer, é necessária a participação frequente nas celebrações litúrgicas.

Essa pesquisa confirma aquilo em que nossa fé acredita. Ensinar os filhos desde pequeninos a praticar a religião leva-os, sim, para mais perto do coração de Deus.

Por isso, não perca tempo. Se você não ora pelos seus filhos ou junto com eles, comece hoje mesmo a prática desse ato para que se torne um hábito.

Paz e bem.
Fiquem com Deus.

Thais Casarini
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.