A missão de cuidar de pessoas doentes

0

A missão de cuidar de pessoas doentes.

“Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.” (Lc 1,39-41)

As Sagradas Escrituras narram a visita de Maria à sua prima Isabel. Isabel não estava exatamente doente, mas diz o Evangelho que ela já tinha idade avançada quando ficou grávida de João Batista. A pressa de Maria demonstra que essa gravidez inspirava cuidados e, provavelmente, era de risco. Se nos dias atuais, com tanta tecnologia na área da medicina e bons médicos à nossa disposição, tal situação é preocupante, imagine como era há 2000 anos! Refletindo sobre essa passagem do Evangelho de São Lucas, o que podemos aprender sobre cuidar de pessoas doentes?

Cuidar com amor

Para que haja sentido e eficácia, todo cuidado deve ser feito com amor e disposição. Maria amou tanto Isabel que não mediu esforços para chegar até ela o quanto antes. Seguiu às pressas, naquela região montanhosa e desértica. Se levarmos em conta que naquela época não havia carro, nem mesmo ônibus ou trem, o máximo que poderia existir era um cavalo, teremos uma pequena noção de como deve ter sido cansativa a viagem de Maria.

Pela maneira como a Palavra narra o encontro das duas primas, Maria deve ter chegado com um doce sorriso à casa de Isabel. O ato de sorrir é curador, seja para quem sorri ou para quem o recebe. Quanto amor havia em Maria! Mais do que o cuidado propriamente dito, o que cura é o amor. São duas coisas que se completam: para cuidar é preciso amar e o amor é o que verdadeiramente cura.

cuidar

Não apenas cuidado, mas missão

Nós, que somos cristãos, antes de sermos cuidadores, somos missionários. É o Espírito Santo que nos envia a cuidar dos nossos “próximos”.  Mais do que a cura do corpo, o homem necessita da cura da alma.

Lembremos que esse trecho do Evangelho vem logo após a passagem da anunciação, em que Maria, por meio do Espírito Santo, engravida de Jesus Cristo. Ela, então, plena da graça do Espírito, não cabe em si e sai ao encontro de sua prima. Basta uma simples saudação para que Isabel fique cheia do Espírito Santo (Conf. Lc 1,41).

Da mesma forma, nós, se estamos cheios da graça do Espírito, somos capazes de transbordá-lO através de uma simples palavra, de um doce olhar ou de um sorriso singelo.

No doente, ver Jesus

O Espírito Santo também nos ensina a enxergar Jesus naquele que está doente. Num bebê que chora de dor, conseguimos ver Jesus recém nascido. Numa criança machucada, podemos imaginar que um dia Cristo foi menino e, certamente, esfolou seus joelhos enquanto brincava nas ruas de Nazaré. Naquele que já se encontra em seu leito de morte, frágil e sem beleza alguma,  visualizamos Jesus chagado a caminho do calvário e da cruz.

Clamemos por essa graça para que ao enxergar Jesus em cada necessitado, sejamos capazes do amor e da doação. Dê-nos também, Senhor, o dom da paciência a fim de que possamos suportar com serenidade a irritabilidade que é comum àqueles que estão enfermos. E renove em nós o dom da fé para que além de cuidar do físico, cuidemos de suas almas, intercedendo para que ao final da vida terrena, eles encontrem a Salvação Eterna.

Oração de São Camilo Lélis, Patrono dos Enfermos

Piedosíssimo São Camilo, que chamado por Deus para ser o amigo dos pobres enfermos, consagrastes a vida inteira a assisti-los e confortá-los, contemplai do céu os que vos invocam, confiados no vosso auxílio.

Doenças da alma e do corpo fazem de nossa pobre existência um acúmulo de misérias que tornam triste e doloroso este exílio terreno.

Aliviai-nos em nossas enfermidades, obtende-nos a santa resignação às disposições divinas, e, na hora inevitável da morte, confortai o nosso coração com as esperanças imortais da beatífica eternidade. Assim seja.

Glória ao Pai… (três vezes)

São Camilo de Léllis, rogai por mim. (três vezes)

Adriane Luz
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.