Advento: um tempo de preparação e alegria

O Advento (do latim Adventus: “chegada”, do verbo advenire: “chegar a”) é o primeiro tempo do Ano Litúrgico. Para os cristãos, é um tempo de preparação e alegria, de expectativa, em que os fiéis, esperando o Nascimento de Jesus Cristo, vivem o arrependimento e promovem a fraternidade e a Paz.

No calendário litúrgico, esse tempo corresponde às quatro semanas que antecedem o Natal: nas duas primeiras semanas, a nossa expectativa se volta para a segunda vinda definitiva e gloriosa de Jesus Cristo, Salvador e Senhor da história, no final dos tempos. As duas últimas semanas, dos dias 17 a 24 de Dezembro, visam em especial, a preparação para a celebração do Natal, a primeira vinda de Jesus entre nós. Por isso, o Tempo do Advento é um tempo de piedosa e alegre expectativa, renovação e preparação.

Aguardamos a vinda do Nosso Amo, como diziam os Padres da Igreja. ELE vai chegar!

“Ele vem para conhecermos Aquele que não foi reconhecido; para acreditarmos n’Aquele em Quem não se acreditava; para venerarmos Aquele que não foi venerado; para amarmos Aquele que não era amado. Aquele que estava presente pela Sua natureza vem na Sua misericórdia… Pensemos um pouco em Deus para ver o que representa para Ele abdicar de tão grande poderio, como Se humilha tão grande poder, como Se fragiliza tão grande força, como Se torna insensata tão grande sabedoria.”

Será por dever de justiça com o homem? Certamente que não! Na verdade, não foi nossa justiça, mas a Sua misericórdia, que O guiou; não foi Seu dever, mas a nossa necessidade que O fez vir até nós…

“Senhor, quando Te mostraste humilde na Tua humanidade, poderoso nos Teus milagres, forte contra a tirania dos demônios, indulgente no acolhimento dos pecadores, tudo isso proveio da Tua profunda bondade. Eis porque “cantarei, Senhor, a misericórdia” que manifestaste aquando da Tua primeira vinda. E merecidamente, pois “Senhor, a terra está cheia da Tua bondade” (Sl 118,64).

Mas a vida é um constante começar e recomeçar. O fato é que passamos por muitos momentos decisivos: provavelmente cada dia, cada hora e cada minuto hão de se transformar em um tempo decisivo, onde nos espera o Senhor. “Na nossa vida, na vida dos cristãos, a conversão primeira – esse momento único, que cada um lembra e no qual fizemos claramente aquilo que o Senhor nos pede – é importante; mas ainda são mais importantes e, mais difíceis, as sucessivas conversões”

O tempo nesta vida é um tempo para a entrega, para o amadurecimento de nossa capacidade de amar; não é um tempo para o divertimento. É um tempo de “noivado” como preparação para o tempo de “bodas” no mais além, em comunhão com Deus e com todos os santos.

Que cada jornada de nossa existência seja um “nascimento” à vida de amor!
Nossa Santa Mãe Maria vele por nós!
Um santo tempo do Advento para você e sua família!

Kátia Maria Bouez Azzi
Consagrada na Comunidade Pantokrator

 

1. Santo Aelredo de Rielvaulx (1110-1167), monge cisterciense, Sermão para o Advento.
2. São Josemaría Escrivá (1902-1975), Homilias do Advento.

 

GOSTOU? COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS!

Tags: , , , , ,

Category: Artigos Pantokrator

Deixe um comentário

Eventos Campinas Informações