Buscando o sonho de Deus

0

Neste começo de ano, ficamos com o coração cheio de expectativas e com a esperança de que tudo aquilo que planejamos possa vir a acontecer. Como seria, na perspectiva cristã, um ano bom? O que acontecerá, se neste ano conquistarmos muitas coisas e até mesmo realizarmos nossos projetos pessoais se esquecermos do essencial para as nossas vidas?

Baby mounts the stairs by crawlingA busca de querer conquistar, muitas vezes levados pelo ímpeto consumista ou o desejo do ‘ter’ e do ‘poder’, pode nos levar a correr fora do caminho que Deus sonhou para nós. Como nos diz Santo Agostinho: “Corres bem, mas fora do caminho”.

É importante dizer que o cristão deve ter o objetivo de conquistar, antes de tudo, a santidade, com o objetivo de amar mais a Deus. Os nossos sonhos e vontades devem estar alinhados com esse propósito. Essa deve ser nossa meta principal. Queremos a felicidade, mas não existe felicidade verdadeira sem a santidade. A santidade é, por assim dizer, a felicidade! Você quer ser feliz? Então, seja santo e ame a Deus sobre todas as coisas!

Na busca de realizar nossos sonhos é importante nos perguntar: “Isso me levará mais para perto de Deus? Isso me tornará mais santo e mais fiel? Isso me levará a amar mais a Deus e meus irmãos? E sobretudo, a pergunta fundamental: Isso é a vontade de Deus?”.

Primeiro do que tudo, precisamos do essencial, que é Cristo. Ele é o mais importante! Depois, todas as coisas são apenas consequências. Cristo é a vida, a luz, a felicidade, o fundamento de todas as coisas. É Ele que sustenta nossa vida e nossa vida vive e sobrevive n’Ele. A vida de um cristão só encontra sentido n’Ele. Sem Ele, mesmo que consigamos muitas coisas, não teremos a segurança de uma vida verdadeiramente feliz.

Construir nossas vidas e nossos sonhos, pensando somente nas nossas vontades, sem consultar e submeter à vontade de Deus, é um grande risco. Planejar nossas vidas sem Cristo é como construir uma casa sobre areia, é como o homem insensato de que nos fala Evangelista Mateus (cf. Mt 7,26-27), a casa cairá com a força das tempestades. Cristo é o fundamento, o alicerce que segurará nossa vida diante dos embates cotidianos. A vida de um cristão deve ser construída em Deus: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” (Sl 126,1).

É importante ressaltar que Deus é um pai bom e amoroso. Assim como um pai de família que se alegra quando um filho começa a sonhar, Deus quer nos ver sonhando e não paralisados e passivos diante da vida. O sonho é importante para impulsionar a vida e movimentar a esperança dentro de nós. Uma vida sem sonhos é uma vida fria e apática. Deus permite que sonhemos justamente porque muitas vezes Ele deseja realizar nossos sonhos. Todavia, tudo deve estar submetido à vontade Deus. É Ele que sabe o que é melhor para nós.

Que neste ano possamos ousar sonhar, mas na certeza de que o sonho de Deus é melhor para nós; porém, para descobrir o que Ele deseja é necessário à oração, a intimidade com Ele e um coração rendido e submetido a sua vontade, pois os pensamentos e o modo de agir de Deus é diferente do nosso: “Pois meus pensamentos não são os vossos, e vosso modo de agir não é o meu, diz o senhor” (Is 55,8).

 Fábio Júnior
Consagrado na Comunidade Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

1 × 1 =