Como lidar com as minhas inconstâncias?

0
inconstâncias

Escute aqui a transcrição dessa matéria

Antes de pensarmos em como lidar com as inconstâncias, precisamos saber com clareza o que é inconstância. Se consultarmos o dicionário, temos várias definições, dentre elas: falta de perseverança, falta de firmeza, tendência para mudar de opinião e atitude, instabilidade. Então, inconstância é a falta de estabilidade, firmeza e perseverança.

Quem de nós não apresenta inconstâncias em algum momento ou ao longo da vida? Durante o processo de amadurecimento humano, todos nós identificamos instabilidades e falta de firmeza em determinada área de nossa vida. Alguns encontrarão inconstâncias na afetividade, outros nos relacionamentos, outros nos valores pessoais, no humor, alguns na vida profissional e outros na sua espiritualidade.

A vida humana é cercada de momentos de instabilidades e inconstâncias. Hoje eu trabalho na empresa X, amanhã posso não estar mais nessa empresa. Hoje eu consigo fazer três refeições diárias, amanhã pode ser que me falte alimentos. Da mesma forma, hoje minha fé é sólida, amanhã poderá estar vulnerável, abalada. Agora eu estou viva, amanhã posso não estar mais. Enfim, a única certeza, constância e Verdade é que Deus existe e que Nosso Senhor Jesus Cristo que nos salvou na cruz, está vivo e reina para todo o sempre.

Vivemos em tempos de inconstâncias e incertezas. Todos nós temos nossas inconstâncias e incertezas. Mais do que nunca, faz-se necessário fundamentar nossa vida e ancorar nossa esperança em Deus que não muda nunca, pois é firme, estável e constante. No Credo professamos nossa fé católica no mesmo Deus de mais de 2.000 anos atrás. No Deus eternamente Bondoso, Magnânimo, Misericordioso e Pai. E assim, cremos no Deus imutável, Senhor do tempo, Poderoso, Pantokrator! Que sustenta nossa vida margeada de inconstâncias e vacilos.

Como lidar com as minhas inconstâncias?

Simplificando, podemos sugerir alguns passos:

1) Humildade: reconhecer-se pequeno e inconstante;
2) Confiar em Deus;
3) Crescer na virtude da constância;
4) Perseverar na oração e louvor.

Humildade: reconhecer-se pequeno e inconstante

Quais são as minhas inconstâncias hoje? Quais são as suas?

Em primeiro lugar, identificar e reconhecer minhas inconstâncias insere-me na via da humildade. Faz com que eu olhe para mim e veja o meu nada, ou seja, tudo o que eu não sou. E, mesmo que aparentemente reconhecer o meu nada possa ser desesperador, quando faço disso uma alavanca que lança meu olhar a Deus para contemplar o TUDO que Ele é, sinto uma súbita paz inundar a minha alma. E então, passo a vislumbrar a Deus que é TUDO em absoluto. Que é TUDO o que eu não sou.

Assim, passo a apreciar um Deus que conhece profundamente minhas inconstâncias e incoerências e me ajuda a encará-las com humildade e tranqüilidade aniquilando qualquer forma de orgulho em achar que posso alguma coisa por minhas próprias forças. E assim, reconhecer-me pequeno e inconstante diante de mim mesma e de Deus, é o primeiro passo rumo à superação das minhas instabilidades humanas. Nesse passo, é crucial identificar e nomear cada inconstância descoberta.

Confiar em Deus

Depois de fazer o enfrentamento das minhas inconstâncias, vem o momento de fazer “A profissão de fé”. Momento de confiar e se abandonar na Bondade e Força de Deus. É o passo do lançar-se em Deus clamando a sabedoria e graça para. E assim, com determinação determinada, como diria santa Teresa D’Ávila. Seguir a condução do Espírito Santo rumo à conquista de firmeza, constância, curas e conversão.

Não é raro identificar que muitas raízes de nossas inconstâncias estão na afetividade, hereditariedade e falta de conversão espiritual. Basicamente, em um gesto profundo de abandono, esse passo é colocar-se humildemente diante de Deus apresentando nossas inconsistências.

“Senhor, você conhece todas as minhas instabilidades. Dá-me a graça da constância e fortaleza para que, a Seu tempo, elas sejam transformadas em vinho”.

Crescer na virtude da constância

A constância é uma virtude de alicerces. Deus quer nossa vida e coração alicerçados Nele. Alicerçados na graça Dele para conseguir controlar nossas inclinações, hábitos, vaidades e vontades frouxas. Todo e qualquer ideal não se realiza sem constância. Desta maneira, amadurecer na virtude da constância é uma jornada. É percorrer um caminho perseverante e determinado que nasce da confiança e amor a Deus.

Num mundo repleto de inseguranças, hesitações e seduções, lutar contra as nossas inconsistências é proclamar que é possível sim ser uma pessoa constante que confia e ama Deus. O mundo pode virar de ponta cabeça, a casa pode cair, eu posso perder tudo o que tenho. Posso perder um amor, pessoas que estimo, posso ser hoje um poço de inconstâncias, mas eu confio e amo a Deus. E com essa certeza enraizada em meu coração e razão, a cada dia vou crescendo nessa virtude com pequenos gestos diários.

Quais gestos? Antes de responder a essa pergunta, é bom lembrar que o amor a Deus é um fogo que, não tendo o que queimar, apaga-se. Gestos como: considerar que as dificuldades, dores e contrariedades da minha vida são oportunidades ímpares de professar e testemunhar minha fé e confiança em Deus. Lembrar-me sempre que todo mal é passageiro, tem um fim e compreender que minhas instabilidades não definem quem eu sou. Assim, com minha rendição e graça de Deus, eu posso “ser o que Deus pensa de mim”, como nos ensina santa Teresinha do Menino Jesus. E desta forma, cultivar a esperança com boas leituras, amizades e pensamentos e perseverar na vida de oração.

Perseverar na oração e louvor

Para o cristão, a oração diária é vida, ar e alimento. É impossível sobreviver sem oração!

Deus deseja filhos e filhas curados, felizes e libertos. Deseja filhos e filhas vencedores em Cristo. E, para isso, precisa de nossa cooperação em todo processo de amadurecimento e cura. Nossa cooperação passa pela oração. A vida de oração nos sustenta, ilumina nossos pensamentos, transforma nossos corações, nos une à Trindade e nos insere na vida e amor de Deus. A oração é o sustento do perseverar na graça e caminho de cura.

O louvor atrai o olhar, a compaixão de Deus. Deus não perde nada de nossa vida. Ele pode realizar inúmeras Bodas de Cana em nossa vida, transformando nossas inconstências em vinho agradável. Portanto, louve por cada inconstância que será curada e transformada em firmeza!

Acima de tudo, faça de suas inconstâncias degraus rumo à santidade e céu!

“Eis que eu renovo todas as coisas” (Ap 21,5b)

Marcia Correa
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

4 − três =