Ele vive! Posso crer no amanhã!

Uma das grandes angústias da humanidade é o medo do futuro. O amanhã é um mistério que vai além de nós, de forma alguma está sob o nosso controle. Investimos em previdência privada, fundos de renda fixa, planos de assistência médica, imóveis, alimentação saudável… Porém, nada pode garantir o nosso futuro, ele nos escapa! É fundamental que tenhamos responsabilidade financeira e cuidemos de nossa saúde, mas não sabemos o que virá. Como se diz por aí, até mesmo com um tanto de falta de fé e desesperança: “o futuro a Deus pertence”. DEUS VIVE e, por isso, podemos crer no amanhã. É a vida de Cristo que garante o nosso futuro, aqui na terra, e por todo sempre, na vida eterna ao Seu lado.

Deus é fiel e não pode desdizer-se. (cf 2 Tm 2,13)

A esperança e a paz daquele que crê estão pautadas no amor e na fidelidade de Deus por nós. Se formos infiéis… Ele continua fiel, e não pode desdizer-se. (2 Tm 2,13). Ele é um Deus de promessas, que nem sempre parece coerente com nossas lógicas humanas, mas que nos é incondicionalmente fiel.

A nós, cabe pedir a Deus o dom da fé, confiar na fidelidade do Senhor e perseverar no caminho com Ele. Cristo vive e atravessa conosco todas as situações. A Fé é como um forte feixe de luz que guia nossos passos nas vielas escuras da vida. “Quem acredita, vê; vê com uma luz que ilumina todo o percurso da estrada, porque nos vem de Cristo ressuscitado, estrela da manhã que não tem ocaso”2

Cristo Ressuscitou! N’Ele, ressuscitamos também!

A Ressurreição de Cristo é a nossa grande garantia! Ele vive, venceu a morte e o pecado, para dar-nos a verdadeira vida! Diante desse mistério que nos ultrapassa, a que temeremos? Deus é Senhor da vida e da morte. Se estamos vivos, Ele providencia nosso sustento, cuida de nossa vida e assegura nosso futuro. Frente à morte – angústia maior da humanidade – temos a vida eterna, o paraíso, conquistado para nós por meio de Sua Paixão, Morte de Cruz e Ressurreição.

Aproveitemos a graça da Semana Santa e da Páscoa, para unir nossas dores, nossos sofrimentos e nossas mortes às dores, aos sofrimentos e à morte de Jesus. Que a Ressurreição de Cristo nos transcenda para a Vida Eterna e eleve nossos corações ao Céu, ainda que nossos pés se mantenham sobre a terra.

Adriane Luz
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator 

  1. Cf 2 Tm 2,13
  2. Carta Encíclica Lumen Fidei, Papa Francisco. Parágrafo 1.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.