Eu creio e aposto na Palavra de Deus

1

Vivemos num tempo (onde) em que muitas coisas são ditas e praticamente todo mundo se julga capaz de opinar sobre qualquer assunto que vem à tona. Muito é dito, sem que as possíveis consequências sejam, ao mínimo, avaliadas. A palavra, os ruídos, não cedem mais espaço ao precioso silêncio, tão necessário para todos nós.

Frente a tantas palavras, em qual realmente devemos acreditar?

O Catecismo da Igreja Católica nos responde ao afirmar que “Na Sagrada Escritura, a Igreja encontra continuamente o seu alimento e a sua força, porque nela não recebe apenas uma palavra humana, mas o que ela é na realidade: a Palavra de Deus (§ 104).”

Para os que creem em Deus, a única palavra na qual devemos apostar é a própria Palavra de Deus, descrita na Sagrada Escritura. Esta, como nos ensina ainda o mesmo Catecismo nos parágrafos 102 e 108, não é uma letra morta, uma palavra qualquer dita há muitos séculos, mas é o próprio Cristo, o Verbo de Deus, o Ressuscitado que vive no meio de nós. Sendo assim, quando afirmamos que cremos no que nos é revelado na Bíblia, afirmamos da mesma forma que cremos em Cristo.

Crer em Cristo significa, também se dispor a guardar Suas palavras. Significa acreditar que em Suas palavras encontramos as respostas para tudo o que vivemos.

“Se alguém me ama, guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada (Jo 14,23).”

palavra

A cada dia, a Santa Igreja, em sua liturgia, nos propõe leituras que nos permitem conhecer mais a Deus, que nos ensinam como viver e como devemos responder aos desafios que se levantam.

Como é bom encontrar na Palavra de Deus o consolo quando estamos tristes. O ânimo frente ao abatimento e as promessas que nos fazem avançar sem perder a esperança.

Vossa palavra é luz em meu caminho

Quanto mais crescemos no conhecimento e intimidade com a Sagrada Escritura, mais podemos afirmar com o salmista: “Vossa palavra é um facho que ilumina meus passos, uma luz em meu caminho (Sl 118,105).”

A confiança no que Cristo nos diz em cada trecho do que lemos faz com que a Palavra se torne uma bússola que nos direciona no exato caminho que devemos percorrer.

Quão felizes podemos ser, como foram os santos e a Santíssima Virgem, se deixarmos a Palavra se cumprir em nós.

A Virgem Maria, ao aderir ao anuncio feito pelo anjo Gabriel, foi chamada de bem-aventurada, feliz, justamente por ter acreditado e apostado na Palavra: “Bem-aventurada (feliz) és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas! (Lc 1,45).”

O cumprimento da vontade de Deus se dá em nós na medida em que conhecemos qual é Sua vontade. Para isso, é muito importante dedicarmos tempo, priorizarmos em nosso dia um momento para estarmos a sós com a Palavra, no silêncio do nosso quarto ou de algum outro lugar que favoreça a meditação. Se queremos ser guiados pela Sagrada Escritura, precisamos conhecer o que ela tem a nos dizer e escolher viver conforme seus ensinamentos.

Creiamos de todo o coração na Palavra de Deus e deixemos que Sua luz ilumine nossos passos!

Edvandro Pinto
Discípulo da Comunidade Católica Pantokrator

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.