Home Artigos Pantokrator Manter o bom humor mesmo nas dificuldades

Manter o bom humor mesmo nas dificuldades

-

Ter bom humor, significa ser uma pessoa alegre, com boa disposição, agradecida e contente. Responder com alegria às situações que nos proporcionam bem estar é algo natural e esperado. Manter o bom humor nas adversidades é a prova de santidade.

Em Tiago 1, 2-3, a Palavra nos ensina: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança.”

Como manter o bom humor, então, nas mais diversas situações da vida que nos levam muitas vezes a tristezas, murmurações e rebeldias?

A vida dos santos nos ajuda a trilhar esse caminho de conversão e amizade com o Senhor. Os santos alcançaram a graça de dominar seus temperamentos e personalidades e abraçar com amor o plano de Deus para suas vidas.

A Exortação Apostólica Gaudete et Exsultate, do Papa Francisco, nos fala sobre o chamado à santidade no mundo atual: “Sedes santos, porque Eu sou santo”. (LV11,45)

O Papa nos lembra de que o exemplo da vida dos santos deve nos motivar e não desanimar ao contemplarmos modelos de santidade que nos parecem inatingíveis, pois Deus tem um caminho de santidade único e irrepetível para cada filho pensado desde toda eternidade: “Antes de te haver formado no ventre materno, Eu já te conhecia; antes que saísse do seio de tua mãe, Eu te consagrei.” (Jer 1,5)

O Papa nos ensina que quando nos sentirmos tentados em ceder às nossas fragilidades, devemos levantar os olhos para o Crucificado e dizer: “Senhor, sou um miserável! Mas Vós podeis realizar o milagre de me tornar um pouco melhor.”

O milagre na vida de Santa Teresinha

Aconteceu que no Natal, quando Santa Teresinha tinha 13 anos, ao voltar da missa de Natal com sua irmã Celina e seu pai, este exclamou ao chegar em casa e ver os sapatos com presentes na lareira: “Afinal, que sorte ser este o último ano!”

Teresinha, que tinha uma sensibilidade exacerbada e chorava por qualquer motivo, subiu as escadas de sua casa para tirar seu chapéu com lágrimas nos olhos. No entanto, ela própria nos relata em seus escritos autobiográficos, que nessa noite, o Deus menino que se fez fraco e sofredor por amor a ela, a tornou forte e corajosa, revestindo-a de sua armadura. Teresa já não era a mesma, Jesus transformou seu coração.

Conta-nos que após sufocar as lágrimas, desceu rapidamente a escadaria e comprimindo as batidas do coração, pegou os sapatos, colocou-os diante do pai e foi tirando alegre todos os objetos com o ar feliz de uma rainha. “Papai ria-se, tinha também recuperado a alegria, e Celina estava sob a impressão de um sonho.” “Desde aquela abençoada noite, não me deixei vencer em nenhum combate. Pelo contrário, avançava de vitória em vitória, e entrava, por assim dizer, numa corrida de gigante.”

Vencendo os combates da vida

Qual combate você precisa vencer para avançar de vitória em vitória e entrar na corrida de gigantes que te levará para o céu?

O combate da ira, murmuração, tristeza, preguiça?

Lembre-se de que ser santo é ser feliz! Essa é seguramente a vontade do Senhor para sua vida. Papa Francisco nos mostra que na Igreja encontraremos tudo o que precisamos para crescer rumo à santidade. “Como uma noiva que se adorna com as suas joias (Is 61, 10), o Senhor cumulou-a de dons com a Palavra, os Sacramentos, os santuários, a vida das comunidades, o testemunho dos santos e uma beleza multiforme que deriva do amor do Senhor.”

Portanto, meu irmão, minha irmã, persevere nos caminhos do Senhor.

Um grande abraço!

Thaís Casarini
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Thais Casarini
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

um × 4 =

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×