Home Artigos Pantokrator Maria toda pura

Maria toda pura

-

No dia 08 de dezembro a liturgia celebra a Solenidade da Imaculada Conceição de Maria, uma das maiores festa Mariana.

A Igreja sempre acreditou na pureza de Maria, “mais pura que os anjos”, mas foi no oriente que esta verdade começou a ganhar força.

No ocidente, por volta do ano 1.300, o Franciscano João D. Escoto traz a fundamentação dessa verdade, pois em vista dos Méritos de Cristo na cruz, Deus preservou Maria do pecado original, pois o Salvador não poderia nascer de um seio ferido pelo pecado.

Em 08 de dezembro de 1854 o Papa Pio IX definiu o Dogma sobre a Imaculada Conceição de Maria, tornando-se assim uma verdade de fé para o povo de Deus.

Nada reflete com maior clareza a beleza de Deus do que a pureza de seus filhos. Em Maria encontramos o esplendor da beleza Divina, pois ela é toda pura. Por isso todo fascínio que temos pela Virgem Santa.

Compreender essa verdade é de certa forma compreender Deus, pois dessa maneira Ele vai se revelando a partir do que temos de mais belo, a nossa pureza, “felizes os puros de coração, pois verão a Deus”Mt5,8. E Maria é um meio cristalino de vermos a Deus.

Diante da nebulosidade imposta pelo mundo através das impurezas, pensamentos frívolos, hedonismo, consumismo, etc, em Maria temos a aurora que nos revela o Sol da Justiça que dissipa todas as trevas, para nos trazer a luz pura e cristalina.
Maria é a nova Eva que nos trás o doce fruto do Salvador.

“Não consiste o privilégio da Imaculada Conceição somente na ausência do pecado original, porém, mais ainda, na plenitude de graça”. (Intimidade Divina)

“Pela graça que encontrastes, pelo privilégio que merecestes, pela Misericórdia que gerastes, fazei, ó Bendita, de quem, graças a vós, dignou-se tornar-se participante da nossa enfermidade e miséria, graças ainda à vossa intercessão, faça-nos participantes da sua glória e bem-aventurança”. São Bernardo

Como o anjo, também nós te saudamos, Ave Cheia de Graça, e te pedimos, rogai e intercedei para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Elias A. B. Gobbi
Consagrado na Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

×