Home Artigos Pantokrator MULHER: A ETERNIDADE DA HUMANIDADE

MULHER: A ETERNIDADE DA HUMANIDADE

-

Acredito que a identidade da mulher é essencial para a identidade de toda a humanidade. Nenhuma categoria humana carrega em si um dom tão elevado e sublime. O que ela faz é realmente digno, por assim dizer, dos “deuses”. Quem poderia dar a vida a outro ser? Somente o Criador. Mas o Criador deu a algumas criaturas a incomparável missão de: gerar, gestar, dar à luz, educar.  O homem também participa desse dom, mas como coadjuvante. O ator, cheio de dons, graça, beleza, enfim, a estrela da humanidade é a mulher.

A maternidade é o que melhor define a mulher. Daí decorrem inúmeros dons que a tornam especial em todos os campos: a sensibilidade, a visão ampliada, a fortaleza (as mulheres, de frágil não têm nada!), paciência, delicadeza e tantos dons; e por que não lembrar que os dons são tantos que formam sua estética, vislumbre de uma beleza divina que encanta os homens desde quando o primeiro a viu? [1]

>>Acesse nosso Canal de Formação! Clique Aqui!

É verdade, o ser mulher tantas vezes não foi valorizado. No machismo que imperou tanto tempo na história, a identidade feminina foi relegada ao segundo escalão, e só tinha valor o padrão masculino de trabalho, de personalidade e de sociedade, e sua missão doméstica, tão sem valor, caía nas raias do ridículo. Tempos de mudanças tardou, mas chegou. Porém chegou como uma reação, e não uma ação, um novo “ísmo”. O feminismo ao invés de elevar a dignidade do feminino, chancelou sua efemeridade, e pôs em busca de uma nova identidade, mas uma identidade masculinizada, esvaziada de sua beleza. A essência do ser mulher, na maternidade, na realeza do lar, na sensibilidade e beleza continua sendo desprezada ou explorada. Hoje temos uma pergunta a fazer: onde está o feminino, despretensioso de lucros, de poder e conquistas, mas que simplesmente nos abraça em sua ternura e nos faz sentir gente?

Nesta pequena reflexão, digo às mulheres: sejam mães e isso é tudo. Tudo vem daí. Mesmo que você, mulher, não tenha um filho biológico, sua maternidade pode se realizar de diversas formas, porque todos querem e precisam de mães. Que pena ver esse dom tão desvalorizado e sufocado numa mentalidade feminista que tenta fazer da mulher um homem com genitália feminina e seios! A “mulher executiva” é bem-vinda ao mundo, mas uma mulher não poderia deixar que ninguém roubasse sua soberania sobre seus filhos, sua realeza sobre seu lar, enfim, seu dom materno sobre a humanidade. Uma mulher que construa mil prédios, que administre multinacionais, que descubra novas tecnologias não vale uma mulher que é mãe de verdade. Todas essas coisas, por mais grandiosas que pareçam, passam; somente a vida humana é eterna, e essa eternidade só é descoberta sob os braços de uma mulher, de uma mãe.

A humanidade sem a mulher é uma humanidade sem eternidade, e o ser humano sem eternidade se desfigura, é um animal que se torna escravo das coisas efêmeras e passageiras. A Mulher é a chave da humanidade, sem ela tudo se desfigura; sem ela ninguém sabe de si mesmo: o homem, o jovem, a criança, o idoso, a família e, por fim, a própria mulher. Sem ela estamos todos perdidos. Não estaria aí uma fonte de tantas crises sociais e familiares? Enquanto faltar a mulher, sobrarão vícios e malandragens. Após tempos de machismos e feminismos, a humanidade espera que essa gigante, a mulher, a mãe se levante, nos abrace e diga a cada um de nós quem realmente somos. Então, Deus, querendo restaurar a eternidade dos homens, querendo salvá-los, deu a eles – a nós – uma mãe. Maria é essa Mãe Santíssima que toma sob si cada filho e filha, enche-nos da ternura de Deus e assim, na graça de Seu Filho Jesus, restaura nossa eternidade e nos ensina novamente a ser gente de verdade, ser gente grande, um filho de Deus.

[1] Gn 2,23.

André L. Botelho de Andrade
Fundador da Comunidade  Católica Pantokrator 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×