Não permita que nada o aflija e o perturbe

0

A Virgem de Guadalupe guarda em suas aparições um segredo para vivermos uma vida segura em Deus: “Que nada vos aflija ou perturbe o vosso coração”.

Somos constantemente assaltados por nós mesmos nos nossos dias, dominados pelas emoções que tantas vezes ultrapassam seus limites e estragam nossas ações. Por vezes tomados pela tristeza, outras, pelo desespero, pela raiva, rancor, ódio… Ah! Se antes de agirmos conseguíssemos primeiramente nos recolher, sem pressa para agir, e buscar submeter tudo a Deus que é Amor, quantos desentendimentos teríamos evitado, quantas vezes a dor do sofrimento se tornaria mais leve?! Quantas vezes conseguiríamos ter saído de nós para ouvir bem o Cristo que nos fala baixinho ao pé do ouvido?!…

Precisamos urgentemente nos colocar nos braços de Maria Santíssima e aprender de seu coração esta docilidade de se deixar formar por Deus e Sua vontade, colocando-nos alegremente a caminho do que é eterno!

“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu cuidado” (Mt 6,34).

As preocupações roubam o nosso tesouro do tempo, roubam-nos do presente, gerando aflição sobre como nosso futuro ficará, de forma que o agora seja vivido de qualquer maneira, e o amanhã, arrancado dos cuidados de Deus. Queremos tomar o lugar de Deus no controle de nossas vidas, como se pudéssemos de fato fazer algo melhor que Ele.

…o texto continua após imagem….

O que temos é o momento presente

Perdemos, então, o tempo no qual Deus pode atuar: o hoje! Temos somente o hoje para amar a Deus e nos deixar ser amados por Ele. Cada dia é uma nova oportunidade para viver e intensificar este amor. Deus atua somente no hoje! Precisamos aprender, com a Virgem Maria, a guardar nossas ansiedades, nossas angústias no coração de Deus, e não nos preocupar com aquilo que não podemos resolver, ou até mesmo com quanto nossas ações terão impacto na vida de muitos. Precisamos ter calma, saber sofrer as demoras de Deus, vivendo cada dia com sua necessidade, e entendendo que nessa espera cheia de esperança, ainda que em meio a muito sofrimento, Deus transborda em graça para conquistarmos dia a dia, passo a passo as virtudes que Ele próprio deseja nos conceder.

Enfrente seus desafios cheio de coragem; reze, conte com a graça que Deus derrama e parta para cima das lutas que precisa vencer em cada batalha, na certeza de que ao final da vida terá vencido a guerra! Acaso não foi assim com nossa Mãe Santíssima? Quando o anjo apareceu à Virgem Maria, ele não mencionou as batalhas que precisaria enfrentar, e nossa Doce Mãe não se prendeu às preocupações ou medos que tinha! Ela imediatamente continuou se colocando a serviço de Deus, no que Ele havia reservado para aquele momento! Ela se atentou às palavras do anjo, a tudo o que ele disse sobre Isabel, e aquela era a missão de Maria ali, em meio às dificuldades que enfrentaria. Ela não parou no medo de que José a abandonasse, pois se Deus dá os meios, Ele próprio fornecerá os fins. Ela partiu para servir Isabel, imensamente feliz por carregar em seu ventre o Filho do Altíssimo.

Precisamos parar de nos preocupar com coisas que Deus detém todo poder para solucionar. Precisamos ser impulsionados pela graça, e alegremente viver a missão de cada dia. Maria é nosso exemplo! Exemplo de abandono, docilidade, coragem, entusiasmo, vida!

Nesses mesmos propósitos, ela impulsionou São Juan Diego a ouvir atentamente o que deveria fazer e com o que não se preocupar. Através da aparição no México, a Virgem Maria expressa a Juan Diego a ordem para se apresentar diante do bispo e pedir que naquele monte seja construída uma igreja. Juan Diego, que era um índio convertido, faz aquilo que lhe é ordenado, mas sem imaginar que enfrentaria dificuldades para ser ouvido. Entretanto, a Virgem Maria não desiste, insiste na ordem, e nas outras três aparições, explica o “como”. Juan Diego ainda tenta desistir, pelo fato de seu tio encontrar-se gravemente doente. Essa é a nossa debilidade de ser humano que não consegue entender que, quando Deus pede algo que nos exige sacrifício, Ele próprio cuida de todo o restante. A Virgem Maria está ali sob a autoridade de Deus, na posição de serva de Deus, está sendo completamente apoiada e protegida por Deus; logo, Juan Diego, que está recebendo as ordens da Virgem Maria, está sendo completamente apoiado e protegido por ela e pelo próprio Deus. Então, Juan Diego confia; e parte, para se dar o milagre da aparição da imagem na sua tilma. Ele se decide, e a graça faz todo o restante.

Que Nossa Senhora de Guadalupe interceda por nós, conduzindo-nos com seu amor de Mãe a uma profunda experiência de amor com Deus, nosso Pai, que deseja cuidar de nós e nos amar no presente que nos concede: viver intensamente nosso hoje, levando-nos a uma decisão permanente por Sua vontade, e deixando que a graça de Deus faça todo o restante.

Deus abençoe você!

Larissa Martins Machado
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.