Home Artigos Pantokrator O Sangue de Jesus nos faz livres das correntes do mal

O Sangue de Jesus nos faz livres das correntes do mal

-

A terra  mais bela e fecunda que o homem pode cultivar é a terra da sua liberdade, território sem o qual o amor jamais produziria seus frutos mais saborosos. A liberdade é um dom extraordinário que Deus concedera ao homem a fim de que este fosse capaz de amar e, uma vez amando, pudesse cumprir sua vocação primeira. Você já pensou o quanto sua liberdade é preciosa?  É através dela que realizamos nossa vocação universal de amar e somos, desse modo, plenamente realizados. Dito isso, não é de se estranhar que o demônio deseje profundamente saquear nossa liberdade. É para a liberdade que Cristo nos libertou, a liberdade que só o amor pode nos dar! Entretanto, se ainda estamos sob o julgo de satanás, somos seus escravos, permanecemos presos em um cela chamada egoísmo, alimentando nossa alma de migalhas que o diabo oferece. A boa notícia, aquela que verdadeiramente liberta, chega até nós através  do madeiro da Cruz: o sangue de Cristo nos libertou! O precioso Sangue de Cristo já nos lavou! O Bendito Sangue de Cristo nos resgatou!

Verdadeira liberdade pelo Sangue de Jesus

Mas o que é liberdade? Ser livre é afinal fazer tudo o que eu penso e desejo, à qualquer momento, sem pensar nas consequências das minhas atitudes? É um pouco do que o mundo prega. No entanto, o mundo não conheceu Cristo e em função disso não conhece o homem verdadeiramente em sua essência. Você consegue imaginar uma liberdade sem responsabilidade, portanto destrutiva? A resposta é simples: qualquer decisão tomada que me leve no caminho contrário do amor, da vida que Deus sonhou para mim, não é logicamente uma decisão que me faça livre! A liberdade me traz responsabilidade. A responsabilidade de viver a vida no patamar mais alto e incrível que ela pode estar!

Poderíamos falar aqui de muitos tipos de liberdade, conceitos de liberdade segundo a filosofia e segundo a jurisdição da sociedade vigente, porém vamos nos concentrar em apenas um tipo de liberdade: a liberdade do nosso espírito! É esta que devemos analisar com mais profundidade nesse momento pois sem ela não seremos livres em qualquer outro âmbito da nossa vida. Reflita um pouco: você já se sentiu preso? Não me refiro a uma prisão material simplesmente, porém a uma cela mais subjetiva, mais profunda, que  faz prisioneiro nosso coração!

Podemos estar presos aos nossos pecados, aos nossos vícios, à nossas culpas, a votos secretos e até mesmo muitos de nós somos prisioneiros da nossa falta de perdão! Não sei qual é a sua prisão hoje, caro leitor e amigo, no entanto, conheço a chave mestra que nos liberta de todos os nossos cárceres interiores: o preciosíssimo sangue de Cristo, derramado no madeiro na cruz, para expiação dos nossos pecados.

… o texto continua após a imagem …

curso luz da fé

Nos libertar dos chttp://luzdafe.com.br/árceres interiores

Se nosso cárcere interior, se o que hoje nos impede de amar é o julgo dos nossos pecados, clamemos com força: precioso Sangue de Cristo, libertai-nos! E, verdadeiramente, através do Sangue de Cristo seremos libertos! Se nossas correntes no dia de hoje são nossos vícios, são nossas culpas , nossos votos secretos ou nossa falta de perdão, clamemos mais força ainda: Precioso Sangue de Cristo, libertai-nos, da condenação eterna, salvai-nos, do egoísmo estéril, livrai-nos, das armadilhas de Satanás, protegei-nos! Uma única gota do Sangue de Cristo já seria suficiente para remissão do mundo inteiro! Contudo, Jesus não se poupou. Amou até o fim entregando-se por inteiro! Seu Sangue derramado é a prova definitiva que o Senhor nunca nos abandona à nossa própria infelicidade. No sangue de Cristo há esperança, no sangue de Cristo há vitória, no sangue de Cristo há vida, no sangue de Cristo há, por fim, salvação!

Baixe gratuitamente o E-book “A devoção ao Preciosíssimo Sangue de Cristo” com a oração da Ladainha Do Preciosíssimo Sangue de Jesus.

Leia também: Unidos à Cruz de Cristo

Leandro Andrade
Discípulo da Comunidade Católica Pantokrator

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

×