Home Artigos Pantokrator Orar Sem Cessar

Orar Sem Cessar

-

“Quanto mais eu rezo, mais assombração aparece”. Certamente você já ouviu ou já deve ter dito essa frase alguma vez, não é mesmo?! Quando estamos determinados a orar mais, ter mais intimidade com Deus na oração, parece que de repente tudo acontece: é doença que aparece, perseguição no trabalho, família de repente começa a ter discussões, enfim, dá uma impressão real de que quanto mais rezamos, mais desafios e sofrimentos aparecem em nossa vida. Isso é bem interessante, porque na nossa lógica humana, é comum querer que a vida seja melhor a medida que vamos rezando mais, no entanto, a realidade não é bem essa.

Por que Deus permite essas coisas? Por que a vida não pode ser mais fácil quando nossa vida de oração está constante? Jesus nos responde em Mateus 10, 34-36 “Não julgueis que vim trazer paz à terra. Vim trazer, não a paz, mas a espada. Eu vim trazer a divisão entre o filho e o pai, entre a filha e a mãe, entre a nora e a sogra, e os inimigos do homem serão as pessoas de sua própria casa.” Quando oramos, somos mais de Deus; e quanto mais de Deus formos, menos do mundo seremos. E esse mesmo mundo fará de tudo para nos ter de volta. Por isso o Senhor nos alertou que não veio trazer a paz e sim a espada, para rompermos de vez nossa aliança com o pecado que nos afasta do Seu Amor. Dito isso, meus amigos, não esperem uma vida fácil no seguimento de Cristo. O único meio de nos fortalecermos contra essas assombrações que aparecerão cada vez mais violentas e sedentas por roubar nossa alma é a fidelidade na oração.

Atualmente, o demônio anda cada vez mais sutil nas formas de nos roubar de Deus, mas, nos roubar da oração ainda é o carro chefe das suas ações. “Nossa, preciso de 30 horas por dia para dar conta da minha agenda e ainda rezar”; “Poxa, fiquei até tarde estudando, acordei atrasado, nem consegui rezar, correria, sem tempo pra nada”. Essas e outras frases são ditas por nós para justificarmos nossa falta de intimidade com Deus pela oração. Junta-se isso ao fato da sensação que temos de que, quanto mais rezamos mais assombração aparece, temos o combo perfeito de uma vida vazia fadada a terminar longe de Deus, fora do céu.

Gente, nós nascemos para ser amados e amar, nosso destino é o céu, lugar em que viveremos a eternidade do Amor na presença de Deus. O demônio tem inveja de nós, porque ele já não pode ir pra lá, aí fica perturbando nossa vida, tirando-nos pouco a pouco desse caminho. Ele vai invertendo nossas prioridades, subvertendo nossas referências e vamos caindo na tentação de achar que a oração é uma perda de tempo, se Deus já sabe o que eu preciso, e como me sinto, pra que parar um tempo pra ficar conversando coisas de que Ele já sabe!? Preciso bater minha meta no trabalho, preciso tirar nota na faculdade, preciso correr atrás de grana para pagar os boletos do mês, então Deus se quiser corre atrás, sem tempo irmão. “Deus, porém, lhe disse: Insensato! Nesta noite ainda exigirão de ti a tua alma. E as coisas que ajuntaste de quem serão?” (Lucas 12,20).

De que adianta meus amigos, cumprir o check list de afazeres do dia e não buscar a amizade com Deus na oração!?

Intimidade com Deus

A oração e a intimidade com Deus são a seiva que sustenta a árvore da vida. A oração é a água que sacia a nossa sede e dá sentido à vida. É o alimento que nos mantém firmes e vigorosos na realização das tarefas do dia. Não caiamos nas armadilhas de rezar somente quando temos vontade, ou só rezar numa situação desesperadora ou ainda deixar de acreditar no poder da oração. Santa Teresa de Jesus nos diz: “Em tempos de tristeza e de inquietação, não abandones nem as boas obras de oração, nem a penitência a que estás habituada. Antes, intensifica-as. E verás com que prontidão o Senhor te sustentará” e diz mais “Quem não deixa de caminhar, mesmo que tarde, afinal chega. Para mim, perder o caminho é abandonar a Oração”.

Não sabe rezar? Procure ajuda, leia a Bíblia, leia a vida dos santos, reze o Terço, faça amizades santas com pessoas que te ajudem na vida de oração. Embora os filhos das trevas sejam cheios de artimanhas para tirar nosso foco da oração, os filhos da luz estão fazendo a sua parte para combatê-los. Busque, não desista de sua vida de oração, seja como for, esteja sempre nesse “colóquio de amor com o Senhor”.

Peçamos ao Espírito Santo a força para nos manter firmes no caminho de orar sem cessar, ainda que venham ventos contrários. “Quanto mais eu rezo, mais assombração aparece!” Deixa vir as assombrações. Quanto mais rezamos, mais perto de Deus estamos e, consequentemente, essas assombrações serão todas subjugadas pelo poder d’Ele. E assim, cada coisa vai ganhando seu lugar: as assombrações, de volta ao inferno, que é o lugar delas; e VOCÊ, NO CORAÇÃO DE DEUS, QUE É O SEU LUGAR!

Que o bom Deus nos abençoe e a Virgem Santíssima nos conduza nesse caminho de orar sem cessar.

Fernanda Guardia
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

 

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×