“Por isso vos digo: o Reino de Deus vos será tirado e entregue a um povo que produza frutos”. (Mt 21,43)

Podemos presumir que o Senhor nos chamou para trabalhar em sua vinha. Nós somos este povo novo a quem o Senhor entregou Sua vinha. Por sua vez, cabe então a nós agora produzir os frutos desta vinha. Meditando sobre este trecho do Evangelho, nos vem a pergunta: quais são os frutos que Deus espera de mim? O que Deus quer de mim? Ou ainda: Qual é o fruto que esta vinha deve produzir? Uma vez que sabemos que Ele nos colocou na vinha de Sua Vontade, de Seu Amor, o fruto esperado é o Amor!

o que deus quer de mim

Se olharmos com atenção, toda a missão de Jesus se resume em revelar o Pai e Seu amor por nós e a nos ensinar a amar como Ele nos amou. Este é o mandamento Dele! Foi para isso que Ele foi enviado pelo Pai, para ensinar os vinhateiros, que somos nós, a produzir os frutos da vinha de seu Pai.

Quando não acolhemos os ensinamentos de Jesus, quando não cumprimos seu mandamento, somos estes vinhateiros assassinos que matam a Palavra em suas vidas e por consequência não produzem os frutos da vinha do Amor.

O que Deus quer de mim, os frutos que Deus espera de mim não são outros a não ser o Amor e suas qualificações, como nos mostra São Paulo em sua Primeira Carta aos Coríntios, no capítulo 13, versículos 4 a 7:

A caridade é paciente, a caridade é bondosa. Não tem inveja. A caridade não é orgulhosa. Não é arrogante. Nem escandalosa. Não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda rancor. Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 

Neste mesmo capítulo, versículos 1 a 3, São Paulo nos mostra que não é outro fruto que Deus espera quando diz:

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver caridade, sou como o bronze que soa, ou como o címbalo que retine.

Mesmo que eu tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência; mesmo que tivesse toda a fé, a ponto de transportar montanhas, se não tiver caridade, não sou nada.

Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria!

Que o Senhor tenha paciência conosco e que nós estejamos atentos aos seus mandamentos, aos seus ensinamentos. Que você se abra ao Seu Amor e possa dizer: Quais são os frutos Deus espera de mim? O que Deus quer de mim? Eu sei! Deus espera de mim o amor!

Deixe seu comentário sobre este artigo, e sugestões de temas para ser abordados em nosso site.

Edgard Gonçalves
Consagrado na Comunidade Pantokrator 

10 COMENTÁRIOS

  1. que Deus me de o ensinamento da sua palavra cada vez mais para que assim ele me use pois so TU tens um plano perfeito para mim
    amém.

  2. Em um tempo que se pensa só em si mesmo e em ficarem ricos, fartos e abastados o amor, Passa longe destes… mas a ostentação dá vida é seu passaport para a perdição o o Senhor Jesus não é um Deus dos que ostentão ….

  3. Muito bem explicado, as vezes achamos que Deus quer algo extraordinário, mas o próprio Deus nos disse “ame a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”.
    Se fazes isso, não tenhais dúvidas, já fazes a vontade de Deus.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.