Qual é o “alfinete” que sou chamado a pegar hoje?

0
alfinete

Escute aqui a transcrição dessa matéria

Apanhar um alfinete por amor pode converter uma alma. Que grande mistério!”¹. Essa celebre e intrigante frase de Santa Teresinha do Menino Jesus pode ser desafiadora, mas também, reconfortante.

No entanto, o que a Santa quer nos ensinar? “Ela propõe que todos os gestos, por mais simples que sejam se feitos com amor, têm valor redentor. Teresinha nos ensina um caminho cotidiano de salvação”². Podemos então entender que esses “alfinetes” são as diversas situações do nosso dia a dia e a forma como lidamos com elas são as oportunidades de crescermos na busca pela santidade.

Uma lição tão simples que pode até parecer “fácil”, entretanto, em um mundo tão egoísta e hedonista onde o bem próprio sobrepõe todas as coisas e a vida corrida faz o tempo voar, deixamos muitos “alfinetes” passarem sem nos darmos conta. Isso faz com que seja difícil estar atento aos detalhes, aos pequenos atos, e assim, deixamos passar momentos que poderiam ser preciosos.

Estar atento aos “alfinetes”

Santa Teresinha nos dá um grande conforto para a alma, pois através de sua vida e seus ensinamentos, aprendemos que a santidade é possível. Isso porque não se resume a grandes obras, atos heróicos ou atingir a perfeição. Encontramos a santidade no AMOR. Em todos os lugares, momentos ou situações, somos chamados a entender o amor, ser o amor e semear amor.

Diante da realidade que vivemos não nos falta “alfinetes”: seja no trabalho, na doação aos familiares, na convivência com aqueles que o Senhor coloca em nossas vidas, seja nas preocupações ou nas alegrias, sempre temos oportunidades para amar. Acordar de madrugada para amamentar o filho, voltar para casa depois de um longo dia de trabalho ou sentir uma brisa suave no rosto, são singelos momentos onde podemos optar pelo amor. Não um amor dependente de sentimentos ou emoções, mas sim um amor movido pela decisão.

Assim aprendemos com Santa Teresinha: “apenas me levanto, penso logo nas contrariedades e trabalhos que me esperam e fico cheia de alegria e de coragem, meditando nas venturosas ocasiões que terei de dar provas do meu amor a Jesus”¹.

Contudo, “só Jesus pode dar um valor tão grande às nossas ações. Isso faz com que a proposta de Teresinha seja perfeita, pois se na correria do dia a dia, formos capazes de fazer cada coisa com amor, isso terá valor de eternidade. Porque, cada pequena ação trará a presença de Deus para aquela situação”².

Sendo assim, esteja sempre atento e peça a Deus que coloque muitos alfinetes em seu caminho.

Santa Teresinha do Menino Jesus, rogai por nós!

 

Vanessa Cícera
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

19 + oito =