Quem é Jesus pra você?

0
Jesus

Escute aqui a transcrição dessa matéria

Quem é Jesus para você? Pergunta muito comum para nós, Cristãos, porém sua resposta deve gerar uma grande e profunda reflexão interior.

“Ao chegar ao território de Cesárea de Filipo, Jesus perguntou a seus discípulos: Nas palavras do povo, quem é o Filho do Homem? Eles responderam: Alguns dizem que é João Batista, outros Jeremias ou alguns dos profetas. Jesus lhes disse: E voz, quem dizeis que eu sou? Simão Pedro respondeu: Tu eres o Cristo, o filho do Deus vivo! Então Jesus disse: Feliz eres tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi carne nem sangue que te revelou isso, e sim meu pai que está nos céus. ” (Mat 16, 13-16, Bíblia Ave Maria).

Muitas pessoas ainda hoje não reconhecem Jesus como filho de Deus. Para elas, Jesus foi apenas um grande profeta na história da humanidade, ou um homem muito inteligente, cheio de paz e energia positiva, até mesmo um anjo na terra. Outros já podem ter uma resposta um pouco mais concreta da realidade, como por exemplo: Jesus é, o meu senhor, meu rei, meu dono. Podemos também escutar como resposta: “Jesus é o filho de Deus”. Porém, muitas dessas respostas , podem ainda ser muito automáticas dentro de um conhecimento básico da fé Cristã, pois muitas delas não soam como uma resposta individual e fruto de uma verdadeira experiência de intimidade com alguém por quem somos apaixonados.

Quando somos íntimos e estamos apaixonados por alguém, nossos olhos brilham quando falamos dessa pessoa, parece que algo de nossa intimidade quer sair para fora para externar nossos sentimentos. 

Pedro tinha intimidade com Deus, por isso ele foi capaz de reconhecer Jesus como Seu filho e é a essa intimidade – “semelhante à de Pedro” – que somos chamados a buscar na nossa relação com Deus, para que possamos reconhecer Jesus realmente como nosso Rei e Senhor, acima de todas as coisas neste mundo.

Ser Filho e se apaixonar pelo Filho

Como Pedro, somos chamados a assumir nossa filiação de Deus e buscar ter uma verdadeira relação com Ele. Deus sempre quis Se relacionar conosco, por isso enviou Seu Filho ao mundo assumindo a condição de carne humana para nos mostrar que Ele é um Deus mais próximo de nós do que poderíamos imaginar. 

“No princípio era Verbo, e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus”. (João 1, 1, Bíblia Ave Maria)

Este verbo que Se fez carne e habitou entre nós, Jesus, nos chama, antes de qualquer coisa, a reconhecer que somos filhos muito amados pelo Pai. Ele vivia autenticamente Sua Missão, porém sempre Se retirava da presença da multidão e até mesmo Se afastava de seus Discípulos, para estar em intimidade com o Pai. 

“Naqueles dias, Jesus se retirou a uma montanha para orar e passou ali toda a noite orando a Deus”.(Lc 6 – 12, Bíblia Ave Maria)

“E despedindo a multidão, se retirou ao monte para rezar”. (Mar 6– 46, Bíblia Ave Maria) 

Jesus foi um filho extremamente obediente à voz e vontade do Pai. Por isso, aqueles que abriam seus corações a filiação de Deus, se tornavam extremamente apaixonados por Jesus, porque Jesus era e é a expressão mais pura e visível da presença e amor paterno de Deus. 

Jesus, meu melhor Amigo

Voltando a pensar na pergunta: “quem é Jesus para você? ”, raramente escutamos essa resposta: “Jesus é meu melhor amigo”. Porém acredito que essa resposta deveria ser a primeira resposta de todos nós, Cristãos, porque não tem como assumir com liberdade uma pessoa para ser nosso Rei e Senhor, se não estamos totalmente mergulhados na Sua intimidade, se não confiamos a Ele todos nossos sonhos e desejos.

Se pararmos para analisar a vida dos Santos, vamos perceber que eles viviam uma profunda amizade de intimidade com Jesus. Essa relação os levava a amar tanto a Jesus, que, o que eles mais desejavam, era entregar suas vidas para amar a Jesus.

 “Ó meu Jesus, lutarei por seu amor até a noite de minha vida”. (Santa Teresinha do menino Jesus).

“Ó meu Jesus, sabes que desde muito jovem quis converter-me em uma grande santa, e dizer, eu quis te amar com um amor tão grande que até então nenhuma alma havia amado”. (Diário de Santa Faustina 1372). 

“Queridos jovens, ide com confiança ao encontro de Jesus e, como novos santos, não temais de falar dele! Porque Cristo é a verdadeira resposta a todas as perguntas sobre o homem e seu destino”. (São João Paulo II)

Quando temos um amigo muito íntimo e querido, somos capazes de fazer muitas coisas por ele, até coisas que não faríamos por nós mesmos. E assim é uma relação de amizade com Jesus, existem coisas na vida dos amigos de Jesus que humanamente são loucuras, porém nesta relação de intimidade, podemos realizar por amor a este amigo que nos leva a Deus, nosso único e verdadeiro Senhor.

Creivânia Silva
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

seis − quatro =