Reflexão III Domingo da Quaresma

0

O evangelho começa: “Um homem havia plantado uma figueira na sua vinha, e, indo buscar fruto não o achou” Luc 13,6. A parábola nos apresenta um homem que plantou uma figueira numa plantação de uvas. Essa figueira representava para o homem a uma única fonte de figos na sua plantação. O homem pensaria: tendo vontade de figos, sei onde buscar; mas acontece que a figueira não dá fruto e ele fica irado contra a figueira por ser o terceiro ano que ela não dá frutos: “Eis que três anos há que venho procurando fruto nesta figueira e não o acho.” Luc 13,7 .

Com o batismo nascemos como filhos de Deus e pertencemos à família de Deus, à semelhança da figueira na plantação de uvas, nós também temos uma individualidade própria que alegra o coração de Deus. Somo únicos e irrepetivéis.

Podemos alegrar a Deus, glorificá-lo vivendo plenamente a vocação que nos deu. Santo Irineu nos dizia: “A glória de Deus é o homem vivo; e a vida do homem é a visão de Deus “. Uma vida que responde à sua vocação, a seu chamado próprio, uma vida de luta mas verdadeiramente feliz, é a glória que o Senhor quer.

Os frutos de uma vocação sacia a fome de Deus de que o mundo padece. Nesta quaresma, também reflitamos sobre como estamos vivendo a vocação que o Senhor nos deu: será que estamos dando um fruto agradável ao Senhor da messe? Se ainda não damos esse fruto, escutemos a voz do coração misericordioso de Deus que advoga por nós: “Senhor, deixa-a ainda este ano; eu lhe cavarei em redor, e lhe deitarei adubo.” Luc 13,8a

Cadastre-se grátis e receba todas as novidades do site por e-mail

Aproveitemos o alimento e a graça que o Senhor nos dá ela precisa da nossa participação para gerar frutos. O evangelho diz: “Talvez depois disto dê fruto.” Luc 13,8b, para respeitar a nossa liberdade, se nos queremos, se estamos atentos, se estamos determinados em vencer as tentações, a graça fará a obra em nós; do contrário, mais um ano passará. Viva cada Eucaristia, cada momento com a Palavra como únicos.

Que Deus nos conceda a graça de dar muito fruto bom.

Deixe seu comentário sobre este artigo, e sugestões de temas para ser abordados em nosso site.

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

um × três =