Home Artigos Pantokrator Ser de Deus, ou ser do mundo

Ser de Deus, ou ser do mundo

-

Às vezes me pergunto: Quanto vale ser de Deus? Parece difícil responder, mas não é, pois ser de Deus vale muito mais do que você imagina, vale uma vida de muita alegria e verdade. Muitos amigos me perguntam se eu sou feliz em estar seguindo a Deus, claro que minha resposta é imediata e convicta: “Sim, eu sou muito feliz!

Para o mundo de hoje, ser de Deus é algo estranho, assustador, pois aquele que segue a Cristo segue uma direção diferente daqueles que O desprezam e que insultam o Salvador. É engraçado perceber o quanto o mundo tem desprezado a Deus, mas ao mesmo tempo tem buscado a Deus! Parece algo complicado de entender. Quando estamos em uma condição confortável e segura, não damos a maior importância para Cristo, mas quando estamos em desconforto e perigo, logo clamamos o Salvador; isso é muito comum na sociedade hoje. Um exemplo disso foi a tragédia na boate em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, em que muitos daqueles jovens não tinham a mínima vontade de ser de Cristo. Isso vale também para os familiares; logo após aquele momento de horror em que ocorreram muitas mortes, o mundo se vira para Deus e pede o amparo, pois só Deus pode amparar nesta hora de sofrimento e perda. Não julgo aqui as pessoas e os jovens, mas só quero salientar o quanto o ser humano deseja a Deus, o quanto o mundo tem sede de ser de Deus.

Ser de Deus ou ser do mundo. Qual é o melhor caminho?

Essa é uma pergunta para refletirmos neste dia, pois ser do mundo parece algo muito bom, vivemos certa liberdade, ousadia, alegria; nós nos sentimos os donos do mundo através das conquistas, mas será que isso realmente é verdade, ou simplesmente somos prisioneiros dessa imensa ilusão mundana?

Cadastre-se grátis e receba todas as novidades do site por e-mail

Ser de Deus é muito mais do que você imagina; é viver uma liberdade diante da vontade daquele que nos criou e sabe o que é melhor para nós; é submeter-se a Cristo diante de situações em relação às quais não sabemos dar passos e deixar ser conduzidos por Ele, pois só Deus sabe o que é melhor para nós.

Cristo veio nos trazer um caminho novo e vivo: “Nele temos um caminho novo e vivo, que ele mesmo inaugurou através do véu, quer dizer: através da sua humanidade” Hb 10,20. Cristo nos deu a liberdade e nos trouxe a possibilidade de ter acesso a Deus por meio D`Ele. Por isso, vale muito a pena ser de Deus, pois o que Ele nos dá é tão grande, tão verdadeiro, tão bom e tão profundo, que o mundo nem sequer pode sonhar.

O que Deus mais deseja é a sua felicidade. E Ele, que te criou, conhece você mais do que você mesmo, e sabe o que é melhor, sabe o que realmente vai te fazer feliz. Por isso, entregue-se a Ele sem medo, e você não vai se arrepender! Jesus, quando nos chama, não nos tira nada, mas dá tudo! Então, mergulhe com tudo em Cristo e sua vida mudará! E então você conhecerá a verdadeira felicidade.

Luiz Oliveira
Consagrado na Comunidade Pantokrator 

 

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui.

EDIFICANDO A FÉ NOS CORAÇÕES

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

Ao tornar-se um Construtor da Fé você participa da Obra de Pantokrator e constrói a fé no coração de milhares de pessoas mensalmente atingidas pela nossa Obra. E ainda colabora na estrutura missionária e na formação dos sacerdotes da Comunidade Pantokrator.

×